Oportunidade para reviver a história!

No dia 11 de maio de 2003, no Mineirão, diante do Atlético-MG (2 x 2) pelo Campeonato Brasileiro, Lugano estreou pelo Tricolor. Na ocasião, o ainda desconhecido uruguaio dava o seu primeiro passo para, mais tarde, construir uma carreira de sucesso no clube. Quatro dias depois de atuar em Belo Horizonte, o zagueiro teve a oportunidade de jogar pela primeira vez diante da torcida são-paulina – no empate com o Goiás por 1 a 1 – e defender a equipe no Estádio Cícero Pompeu de Toledo.

Na despedida do M1TO, no dia 11 de dezembro de 2015, o defensor reencontrou o Morumbi e subiu no gramado com uma linda e memorável festa nas arquibancadas – o carinho recebido aumentou ainda mais o desejo do zagueiro de vestir novamente a camisa 5. E neste final de semana, no embate com o Rio Claro pelo estadual, no Pacaembu, DIO5 retomará a sua trajetória no São Paulo para matar as saudades dos torcedores e vestir o manto que sempre honrou.

O último compromisso oficial do defensor pelo clube foi na decisão da Libertadores da América de 2006, no confronto com o Internacional (2 x 2), no Rio Grande do Sul. Dos 176 jogos pelo clube em sua primeira passagem, em 53 partidas a defesa integrada por Lugano não sofreu gol algum. No Morumbi, foram 82 partidas, das quais em 31 delas a meta são-paulina não fora vazada.

E o desempenho poderia ser ainda melhor, não fosse o período de ‘ressaca’ do elenco tricolor após a conquista da Libertadores de 2005. Os números provam: em 2002, a média de gols sofridos pelo Tricolor era superior a um e meio por jogo. Em 2004, quando titular absoluto, a taxa caiu para menos de um por jogo (0,89).

Durante a coletiva de imprensa desta sexta-feira (19), no Centro de Treinamento da Barra Funda, o uruguaio realçou o seu amor pelo clube e não escondeu a ansiedade de rever a torcida tricolor. “Estou bem ansioso. Cada mês, cada semana, penso mais. Estou ansioso em treinar, jogar, voltar a vestir o manto sagrado e sentir o calor da torcida. Se ainda não tivesse esses desejos, não teria sentido voltar ao São Paulo, que é muito significativo na minha vida”, revelou.

Confira abaixo as estreias, despedias e marcas de Lugano em sua primeira passagem pelo Tricolor:

  • Estreia – 11/05/2003 – Atlético-MG 2 x 2 São Paulo – Campeonato Brasileiro
  • 1º jogo no Morumbi – 15/05/2003 – São Paulo 1 x 1 Goiás – Copa do Brasil
  • 1º jogo no Pacaembu – 11/09/2004 – São Paulo 0 x 0 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro
  • 1º jogo em competição internacional – 30/07/2003 – Grêmio 0 x 4 São Paulo – Copa Sul-Americana
  • 1º jogo internacional – 29/10/2003 – The Strongest-BOL 1 x 4 São Paulo – Copa Sul-Americana
  • 1º jogo de Libertadores – 11/02/2004 – Alianza Lima-PER 1 x 2 São Paulo
  • 1ª final de campeonato – Copa Libertadores – 06/07/2005 – Atlético-PR 1 x 1 São Paulo – 14/07/2005 – São Paulo 4 x 0 Atlético PR
  • 1º título – 03/04/2005 – Santos 0 x 0 São Paulo – Campeonato Paulista
  • 1º Majestoso – 12/10/2003 – São Paulo 3 x 0 Corinthians – Campeonato Brasileiro
  • 1º Choque-Rei – 02/10/2004 – São Paulo 2 x 1 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
  • 1º San-São – 04/10/2003 – São Paulo 1 x 2 Santos – Campeonato Brasileiro
  • 1ª vez capitão – 02/06/2004 – Los Angeles Galaxy 0 x 1 São Paulo – Amistoso
  • 1º gol – 01/10/2003 – Fluminense 1 x 1 São Paulo – Copa Sul-Americana
  • 1ª (e única) vez que marcou 2 gols em um jogo – 04/12/2005 – São Paulo 3 x 1 Atlético-PR – Campeonato Brasileiro
  • 1º (e único) com marcado com o pé – todos os outros foram de cabeça – 30/04/2005 – São Paulo 1 x 1 Paraná (rebote da defesa, aos 45 minutos do segundo tempo)
  • Último jogo – 16/08/2006 – Internacional 2 x 2 São Paulo – Libertadores
  • Último jogo no Morumbi – 09/08/2006 – São Paulo 1 x 2 Internacional – Libertadores
  • Último jogo internacional – 02/08/2006 – São Paulo 3 x 0 Guadalajara – Libertadores
  • Último jogo no Pacaembu – 18/02/2006 – São Paulo 5 x 1 Paulista – Campeonato Paulista
  • Último Majestoso – 07/05/2006 – São Paulo 3 x 1 Corinthians – Campeonato Brasileiro
  • Último Choque-Rei – 24/05/2006 – São Paulo 4 x 1 Palmeiras – Campeonato Brasileiro
  • Último San-São – 02/04/2006 – São Paulo 3 x 1 Santos – Campeonato Paulista
  • Última vez capitão – 18/01/2006 – Santo André 1 x 0 São Paulo – Campeonato Paulista
  • Último gol – 04/12/2005 – São Paulo 3 x 1 Atlético-PR – Campeonato Brasileiro
  • Ficou invicto por 10 jogos a partir de sua estreia – 11/05/2003 a 20/08/2003
  • Maior série invicta: 15 jogos – 20/01/2005 a 03/04/2005 (o jogo do título paulista – ou seja, ele foi campeão invicto – o São Paulo havia perdido um jogo sem ele)
  • Maior série de vitórias: nove jogos (três jogos de Libertadores inclusos)

Fonte: Site Oficial

3 comentários em “Oportunidade para reviver a história!

  1. Não sei quanto bem o Lugano poderá trazer para o SP.
    Esse bando de derrotados não vai ajudar e, acredito, que ele não vai ser esse cara tão líder como a diretoria deseja – como, de resto, o RC também não era nos últimos anos, dentro do vestiário. Aliás, essa mania de querer enfiar goela a baixo um nome como líder do time, é coisa de desentendido: liderança se constrói no dia a dia por valores apresentados entre os seus. Acho que o Lugano já está sendo (desde antes de sua contratação) contestado pelo grupo e, acredito, também, que sua performance dentro do campo não vai poder ajudar muito. Espero estar completamente enganado, torço muito por ele, mas é o que vejo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*