Opinião de são-paulino: São Paulo 2 x 0 Bahia

Amigo são-paulino, leitor do Tricolor na Web, aqui o espaço é seu. Use-o para elogiar, criticar, comentar, cornetar, enfim, diga o que achou da vitória do São Paulo sobre o Bahia por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi.

5 comentários em “Opinião de são-paulino: São Paulo 2 x 0 Bahia

  1. Se nosso tricolor jogar da forma melhor que jogou ontem, parte do segundo tempo, vamos tomar outra lavada do curintia. Não sei o que acontece: se há um desinteresse total da grande maioria dos jogadores, ou se é falta de preparo físico mesmo; afinal, o são paulo nunca põe mais que um homem dentro da grande área em condições de receber a bola ou brigar por ela de cabeça. Ontem, num lance genial, o Rodolfo antecipou a jogada na entrada da área sampaulina, atravessou quase o campo todo com ela dominada, tocou para o Osvaldo na esquerda, correu pra dentro da grande área do Bahia e ficou completamente sózinho para disputar a bola cruzada pelo alto, que acabou lhe encobrindo e, para variar, só tinha defensores acompanhando a jogada. Assim não dá. Em todos os jogos é a mesma coisa. Quem vai cruzar ou esta com ela dominada, não tem a quem; tem que tocar de lado. O Nei Franco precisa corrigir isso imediatamente.

  2. Paulo Pontes, faltou a arbitragem no ‘desce’.
    Esse Sandro Ricci, para mim, é um árbitro para lá de… bom deixa para lá…
    Agora, alguém consegue explicar o critério dele para amarelos? Deu um para o Rafael Tolói no primeiro tempo e deixou o número 14 do Bahia bater à vontade. Ele chegou a fazer 3 faltas seguidas e nem amarelo levou.
    Fora que ele quase não marcava faltas em cima do Lucas, dando sinal ao Bahia que este poderia apanhar livremente,
    Ou o São Paulo começa chiar das arbitragens agora, ou depois, como escreveu um colega aqui neste espaço, se isso for feito nas derrotas vão dizer que é choro de perdedor.
    Aliás, seria bom algum dos muito ‘ocupados’ diretores do clube começar a reclamar desse oba-oba da arbitragem do último domingo que a turma da marginal vem fazendo (até parece que eles nunca foram favorecidos), pois isso irá se refletir na pressão sobre a arbitragem para o próximo domingo: qual árbitro terá coragem de errar algo contra eles no próximo domingo?
    Vai por mim, eles estão ‘armando’ um cenário favorável a eles para este domingo e os nossos ‘espertos’ dirigentes estão caladinhos.

  3. Há muito tempo eu vi jogar no São Paulo um lateral esquerdo grandão todo atrapalhado e que estava sendo crucificado pela torcida do São Paulo e pela imprensa. E eu concordava, ele era muito ruim. Entretanto, um amigo que costumava ir aos jogos comigo de forma visionária dizia: esse rapaz não é ruim, o que tem é que ele está na posição errada. Eu achava isso um absurdo e que meu amigo estava louco.
    Até que um dia chegou o mestre Telê no São Paulo e com todo o seu conhecimento de futebol logo o mudou de posição. Transformou-o num zagueiro e mais tarde num excelente primeiro volante. Seu futebol mudou, passou a ser respeitado pelos colegas e pela torcida e chegou até a jogar na seleção brasileira. Sem contar que foi bi-campeão do mundo no Japão.
    Seu nome: Ronaldão.
    Confesso que me lembrei dessa história ontem vendo o Paulo Miranda na lateral direita. Será que o Ney Franco achou a posição dele?

  4. Precisamos de volantes, há 4 anos não ganhamos dos paulistas, cariocas e gaúchos. Todos eles tem volantes, nós não temos volantes.
    Não precisamos do Ganso (meia) poucos times jogam com meio ou centroavante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*