Notas dos jogdores

Jean: para alguns, teria que fazer algum milagre. Para mim, não teve culpa no gol. 5

Militão: teve bons momentos, mas se perdeu em alguns outros. 5

Bruno Alves: deu muito azar pela bola ter desviado nele. 5

Anderson Martins: boa partida. 6

Reinaldo: não foi tão brilhante quanto os outros jogos. 5,5

Hudson: continua sendo um leão em campo. 7

Bruno Peres: começou bem, mas sentiu a falta de ritmo. 5

Nenê: teve bons momentos, mas ainda não é aquele de antes da Copa. 5,5

Rojas: perdeu o lance mais claro de gol do São Paulo. 5,5

Diego Souza: lutou muito, mas poderia ter sido expulso. 5

Everton: outro que tentou alguma coisa, mas não conseguiu nada. 5

Shaylon: tentou dar mais velocidade ao time, mas também não conseguiu. 5

Gonzalo Carneiro: teve lance em que ele apanhou na bola. 4,5

Brenner: jogou cinco minutos e foi expulso. 0

Diego Aguirre: precisa fazer o time jogar quando tem a bola nos pés. 5

 

Paulo Pontes

20 comentários em “Notas dos jogdores

  1. Para não ser redundante achei que Gonçalo Carneiro apesar de estar fora de ritmo poderá dar uma nova dinâmica ao ataque, sem dúvida quando estiver 100% vai ser uma peça importante.
    Outro que me surpreendeu pela versatilidade, apesar de estar fora de forma é Bruno Peres, com certeza ainda vai dar muito o que falar.
    Esse jogo mostrou que o time ainda tem muito a evoluir, se conseguir se classificar mesmo jogando na Argentina não será surpresa, mas caso contrário, o Brasileiro como única disputa também vai ser vantajoso.

  2. Quem se salvou hoje: Bruno Alves, Anderson, Militao, Jean

    Quem foi abaixo: Nene, Éverton, Bruno Peres, Hudson

    Quem foi muito mal: Diego Souza, Reinaldo, Rojas, Shaylon, Brenner, Carneiro

  3. O Aguirre promoveu a entrada de atletas de baixo rendimento e ainda desorganizou o time: Rojas no lado esquerdo, Carneiro de bobeira na intermediária, Militão tentando linha de fundo.

    Hudson está jogando bem, mas se for para entrar na área ou finalizar, há opções melhores.

    Brenner, Shaylon, Caíque, Lucas Fernandes e Paulinho já tiveram muitas chances, está claro que não estão prontos e precisam de mais tempo, deveriam ser emprestados.

    • Amigo, tirando o Lucas Fernandes, nenhum outro teve chance alguma com o Aguirre. A menos que você considere que, como ontem, o Brenner, entrando aos 42 do segundo tempo, com o time completamente desorganizado, está tendo uma chance. Todas as vezes em que ele entrou no time foi no mesmo momento e sempre com o time perdendo e desorganizado. Assim só por milagre, como o que aconteceu, na Bahia acho, que o Shaylon entrou faltando 10 minutos e acertou um chute de fora da área e empatou o jogo. Não vejo essas “inserções” como chance. Chance tem o Diego Souza, o Sidão , que entram jogando e, bem ou mal, continuam em campo e sendo titulares.

      • Mas é esse o tipo que de oportunidade que surge em um time como o São Paulo. Muito dificilmente algum novato tem chance de jogar 90min. Sempre foi assim. Foi jogando poucos minutos que surgiram Denilson, Kaká, Casemiro e, mais recentemente, Liziero, Militão e Luiz Araújo. Sei que alguns precisam de mais tempo. Por isso entendo ser necessário emprestar, pois no SPFC as chances são poucas mesmo. O Hernanes foi emprestado, lembra?

        Contudo, se não me falha a memória, o Lucas Fernandes já entrou como titular em alguns jogos, só não sei se foi com Aguirre ou Dorival. O Shaylon já deve estar há dois anos no time principal e até agora não convenceu os técnicos durante os treinos. O tempo de contrato deles vai passando no banco de reservas. Isso não é bom para ninguém.

        Por fim, não há nada de estanho em um atleta experiente contratado a um custo elevado para suprir a necessidade do setor receber mais oportunidades que um jovem, é a ordem natural das coisas. E ainda assim, dependendo do técnico, as chances são limitadas, veja o exemplo do Trellez, que nem no banco estava ontem.

  4. Hudson não é gênio…mas a posição dele está sendo bem feita.
    Quem precisa aparecer é do meio para frente.
    Acontece. Esquecemos que nosso time é limitado…seja fisicamente ou tecnicamente.
    Foi um bom choque de realidade.

  5. Hudson pode, até, ser um leão, entretanto tecnicamente é limitadíssimo.Não consegue armar uma jogada e suas finalizações são pífias.

  6. Posso estar enganado, mas o tal de Carneiro é um Trellez mais alto: Tem pouca, ou nenhuma intimidade com a bola. É grandão mas não sabe cabecear. Está mais para engodo. Não tenho esperança de que possa se tornar titular. Quanto ao Shaylon, já passou da hora de explodir. Melhor emprestar para um time da serie B e ver o que acontece.

    • Eu não ia falar nada para não cornetar a joia uruguaia recém chegada, mas me passou a mesma impressão, parece ser um caneludo que sai no tapa com a bola, vamos ver as próximas atuações.

      • Também achei o Carneiro caneludo, ele e Bruno Peres estão totalmente fora de ritmo.
        Quanto ao Shaylon, fiquei observando especificamente sua movimentação e o mesmo não se apresenta pra abrir o jogo não se movimenta e fica encostando no marcador, teve uma hora que quase derrubou o Hudson, ou seja tá na hora de chamar a responsabilidade ou sempre será uma eterna promessa estilo Sérgio Mota.

    • Quando o Trellez deu o primeiro toque na bola com a camisa do SP eu vi que não era jogador para o SPFC…

      O Carneiro me pareceu fora de ritmo não necessariamente que ele seja um jogador ruim..

      O Trellez critiquei de primeira, mas o Carneiro vou esperar entendendo que ele está fora de ritmo a meses sem jogar!

    • Waldir,
      Boa Noite!
      Acho precipitada a sua análise, pois temos que lembrar que ele ficou muito tempo parado e está visivelmente sem ritmo de jogo.
      O cara não jogou 45 minutos e já estão querendo queimá-lo.
      Precisamos parar com esse imediatismo e dar um tempo para ele mostrar a que veio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*