No Japão, são-paulinos chegam em maior número do que na Europa

O São Paulo passou por Alemanha e Portugal antes de chegar ao Japão, para a partida desta quarta-feira, às 19h (7h de Brasília), contra o Kashima Antlers, pela Copa Suruga. E é justamente no país mais distante do Brasil que o Tricolor contará com o maior apoio de sua torcida.

Impossível dizer a quantidade, mas o número de são-paulinos no Kashima Soccer Stadium, em Kashima, é muito superior ao visto nas Copas Audi e Eusébio. A maioria do público se desloca ao estádio de trem e torcedores do Tricolor e dos Antlers foram lado a lado, sem qualquer tipo de problema.

Muitos brasileiros que moram no Japão aproveitaram a oportunidade para matar a saudade do time do coração. Alguns japoneses também vestiam a camisa são-paulina. Dentro do estádio, é claro, a grande maioria será do Kashima Antlers, dono da casa.

A relação do São Paulo com o país do outro lado do mundo começou em 1992, quando a equipe de Telê Santana venceu o Barcelona (ESP) por 2 a 1 e conquistou o título mundial, com dois gols de Raí, em Tóquio. No ano seguinte, foi a vez do Milan (ITA) ser derrotado.

Em 2005, com Rogério Ceni em noite inspirada e Paulo Autuori no banco, o Tricolor ganhou do Liverpool (ING) por 1 a 0, em Yokohama, e se tornou tricampeão do mundo. Kashima é a oitava cidade que o clube marca presença. Em nenhum outro país da América do Sul, o São Paulo esteve mais presente.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.