Ney planeja usar estreia no Paulista como treino para pré-Libertadores

Se os jogadores do São Paulo tentam disfarçar a ansiedade para estreiar na Copa Libertadores, o técnico Ney Franco não faz a menor questão de esconder que seu foco é o jogo diante do Bolivar, marcado para o dia 23 de janeiro, no Estádio do Morumbi. Em coletiva nesta segunda-feira, em Cotia, onde o time faz a pré-temporada, o comandante falou que usará a estreia no Campeonato Paulista como um treino de luxo.

Antes disso, o time ainda terá outros dois testes. No próximo dia 12, o desafio acontece diante do Barueri, em um jogo-treino. Depois, no dia 16, o adversário em outro treinamento será o Red Bull.

“A gente teve que adaptar a pré-temporada do Brasil, porque o ideal é sempre priorizar os 20 dias de trabalho físico, mas tivemos que mudar isso e adicionar o trabalho tático antes do ideal. Temos um compromisso no dia 19 e outro muito importante no dia 23. Estamos fazendo várias sessões com muita entrega, tivemos até um problema com o Negueba, mas, tirando isso, todos foram atingidos na plenitude. No fim, nosso objetivo é que no dia 23 a gente tenha condição de enfrentar o Bolívar no Morumbi”, afirmou Ney Franco.

No primeiro trabalho tático que a imprensa pôde acompanhar, Ney Franco promoveu três mudanças. Ele escalou Paulo Henrique Ganso na posição que era de Lucas e ainda escolheu Lúcio e Douglas para os postos de Rafael Tolói e Paulo Miranda, que está suspenso do primeiro jogo por causa da expulsão na final da Copa Sul-Americana.

A ideia de Ney Franco é que esse time continue treinando junto até o dia 23, para que o entrosamento jogue a favor na grande decisão na Copa Libertadores.

“Esse foi o primeiro trabalho tático, sempre olhando o trabalho do dia 23. Todos os trabalhos estão sendo voltados para o dia 23. A gente tem uma temporada longa, nos preparamos para isso também, mas no plano tático o objetivo é dia 23. A gente vai usar o Paulista e os jogos treinos para fazer o ajuste. Essa é uma ideia inicial de jogo. Claro que até o dia 23 pode ter uma mudança, mas espero não mudar por problema físico e clínico. Na tática, a gente já está desenhando uma equipe”, completou o comandante.

Além do jogo no Morumbi, o São Paulo volta a enfrentar o Bolívar no dia 30 de janeiro, na Bolívia.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*