Ney Franco reconhece atuação ruim e descuido, mas valoriza ponto

 

Dois pontos perdidos ou um ponto a mais na conta? Para Ney Franco, as duas coisas. Ele reconheceu a atuação ruim do São Paulo, que vacilou e cedeu empate ao Palmeiras neste domingo com um jogador a mais, mas mesmo assim deu valor à soma de um ponto na classificação do Campeonato Brasileiro.

“Perdemos uma grande chance de somar três pontos, o adversário tinha um jogador a menos e não soubemos aproveitar, mesmo estando à frente do placar. Mas em termos de pontuação, por se tratar de um jogo fora de casa, somamos um ponto e continuamos dividindo o posto com o Botafogo, nós em quinto”, avaliou o treinador, em sua estreia no comando da equipe.

“Depois de fazer o primeiro gol (aos 12 minutos, com Luis Fabiano), cometemos erros técnicos, erros de passe. Mas o time estava bem posicionado, a gente poderia ter ganhado o jogo. Foi um resultado normal de clássico. Às vezes, mesmo com um a menos, o adversário consegue segurar o resultado”, ponderou novamente, mais tarde.

O novo comandante tricolor só não concordou que os palmeirenses tiveram mais disposição do que seus atletas, mesmo vindo de ressaca pela recente conquista da Copa do Brasil.

“Jogar com um a menos não significa que vai perder o jogo (repetiu). Não tenho como medir se nossa equipe esteve abaixo do Palmeiras no aspecto físico. O que sei é que foi um jogo equilibrado. O Palmeiras se defendeu e correu também. O gol que tomamos não foi em virtude de parte física, foi um descuido em bola parada”, argumentou Ney Franco.

Segundo ele, o time estava bem ensaiado e atento aos perigos de três jogadores altos do Palmeiras: os zagueiros Maurício Ramos e Henrique e o atacante Betinho. Na jogada do gol, porém, os três já não estavam mais em campo. “Quem cabeceou foi um jogador não tão alto (o meia-atacante Mazinho, de 1,65m). Foi falta de concentração, e a gente pagou caro por isso”, analisou o treinador, não sem dar méritos ao adversário.

“Não podemos nos esquecer que jogamos contra o Palmeiras, um adversário qualificado, com jogadores que acabaram de ser campeões da Copa do Brasil. Um time com organização”, concluiu.

 

 Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*