Ney Franco passa a pedir tempo depois de encarar primeira “derrota”

Ney Franco se apresentou ao São Paulo pedindo para ser cobrado por títulos já neste ano e rejeitando tempo para encaixar a equipe. Mas o discurso mudou um pouco depois do clássico de domingo com o Palmeiras, quando deixou Barueri com gosto de derrota por ter visto o resultado positivo escapar.

“Logicamente que vim querendo a vitória e sabendo das consequências de uma derrota, principalmente em clássico. E a gente sai daqui com esse sentimento de derrota, porque tomamos o gol com um jogador a mais”, iniciou o treinador, que não gostou de ser perguntado se havia sentido o peso de estrear no comando do clube e lembrou as passagens por Flamengo, Atlético-PR, Coritiba e CBF.

“O time precisa de tempo para se ajustar. Saio com conhecimento maior da equipe. Tenho condição de ver o jogo inteiro de novo, reforçar coisas positivas e mostrar ao elenco as coisas negativas, indo para campo e treinando. Temos treinamentos e jogos, e esses ajustes vão ser feitos principalmente em jogos”, salientou, em seguida.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Treinador estreou no empate com o Palmeiras

O novo comandante admitiu inclusive que pode fazer mudanças na formação da equipe já para o confronto de quarta-feira, com o Vasco, no Morumbi. O volante Denilson não joga por ter tomado o terceiro cartão amarelo, e o lateral direito Douglas deixou o campo acusando dores.

 

“Agora me cabe rever o jogo, alguma situação diferente no vídeo, rever posicionamento dosjogadores para analisar o desempenho. Mas prefiro ver a situação de cada um dos jogadores na reapresentação para poder pensar na formação”, comentou.

A reapresentação do elenco está marcada para a tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. O empate por 1 a 1 em Barueri levou o São Paulo ao quinto lugar, com 16 pontos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*