Ney Franco aposta em motivação contra rival para superar erros

Além de aplicação tática, algo pouco visto na derrota amistosa de sábado para o Flamengo, Ney Franco espera que os jogadores do São Paulo se desdobrem em campo na quarta-feira para vencer o Corinthians, no Morumbi, pela primeira final da Recopa Sul-americana.

Ciente da temporada irregular de seu time, o treinador se apoia em algumas boas exibições para acreditar na possibilidade de derrubar o atual campeão mundial em dois jogos – o segundo está marcado para 17 de julho, com mando de campo corintiano, no Pacaembu.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Treinador acredita que clássico por si só vai servir para melhorar a equipe na partida de quarta-feira

“O jogo por si só contra o Corinthians é motivante, tem a questão da superação. Creio que a gente vá fazer um jogo muito forte não só nas partes tática e técnica, mas também na parte física”, disse, em Uberlândia, após o revés por 1 a 0 para Mano Menezes, estreante no comando técnico do Flamengo.

A partida de quarta-feira será a primeira oficial depois da pausa pela Copa das Confederações. Será também a primeira no Morumbi desde a derrota para o Goiás, no Campeonato Brasileiro, quando a torcida gritou o nome de Muricy Ramalho, treinador tricampeão brasileiro pelo São Paulo e que foi demitido recentemente do Santos.

Pressionado no cargo, apesar do respaldo da diretoria, Ney Franco não foge da responsabilidade de um bom resultado na Recopa. “A gente espera ter essa conquista logo neste mês de julho para poder disputar bem o Brasileiro e a Sul-americana depois”, concluiu, antes de retornar à capital paulista.

O primeiro trabalho de preparação para o confronto de ida contra o Corinthians será na manhã desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. A atividade será fechada para a imprensa.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Ney Franco aposta em motivação contra rival para superar erros

  1. É objeto de meu comentário sobre o jogo de ontem. . .
    MOTIVAÇÃO; apenas motivação por façanhas hercúleas faz o time ter alguma chance jogando em casa.
    Ganhando na média algo em torno de 200 mil mensais não serve como motivação?
    Na realidade o NF não sabe o que está falando. O certo seria ele dizer: “seja o que Deus quiser” . . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.