Ney culpa expulsão “incorreta” por derrota, porém elogia Atlético-MG

A expulsão de Douglas aos 27 minutos do primeiro tempo mudou o rumo da partida contra o Atlético-MG, na análise de Ney Franco. Otreinador lamentou o cartão vermelho recebido – injusto, segundo ele – pelo lateral direito, mas também não deixou de elogiar o adversário após a derrota por 1 a 0, em Belo Horizonte.

“Nosso jogador foi expulso incorretamente. Ele escorregou e fez a falta, sendo que o Ronaldinho havia acabado de dar um carrinho sem tomar nem cartão amarelo. O juiz estava muito próximo do lance. Isso fez com que caísse o rendimento do time, porque os jogadores começam a fazer outras funções”, avaliou.

“Jogando com um a menos na casa do adversário, que vem em um bom momento, causa desgaste físico e emocional. Você tem que reposicionar sua equipe totalmente diferente da proposta inicial. Trabalhamos para sair no mínimo com um ponto, mas o Atlético está vivendo um momento especial, um momento feliz”, reconheceu.

O revés estacionou o São Paulo em 36 pontos, seis abaixo do grupo de classificação para a Copa Libertadores e podendo cair para a sétima colocação. Dezoito pontos atrás do líder Fluminense, fez Ney Franco enfim jogou a toalha quanto às chances de ser campeão.

“O Atlético (vice-líder, com 51 pontos) e o Fluminense (53 pontos) é que vão brigar por esse título, rodada a rodada. Está praticamente definido isso a partir desse momento”, admitiu.

A delegação do São Paulo retorna à capital paulista na manhã desta quinta-feira. O próximo compromisso da equipe será no sábado, diante da Portuguesa, no Morumbi. Para esta partida, além de Douglas, o time não terá o zagueiro Paulo Miranda, que recebeu o terceiro amarelo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*