Nacional encerra negociação com São Paulo por Colmán; empresário lamenta

 

O vice-presidente do Nacional do Paraguai, Aldo Harrison, disse que a negociação com o São Paulo por Colmán está encerrada. O dirigente afirmou que os clubes trocaram propostas e contrapropostas, mas as condições do pagamento emperraram o acerto.

O Tricolor queria parcelar o montante de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 3,8 milhões) por 50% dos direitos econômicos, e os paraguaios pediam o valor à vista.

Nos bastidores, o São Paulo vê tudo igual na negociação e promete não entrar em leilão. A posição é de não mudar os valores oferecidos.

– Não há mais negociação. Eles fizeram uma oferta, nós demos uma contraproposta. Conversamos sobre uma proposta em que queríamos (o dinheiro) livre para Nacional e teria de ser à vista. Eles queriam parcelar em um ano. Não (há mais chance de ocorrer acordo) – disse Harrison, que afirma ter recebido oferta de outro clube brasileiro, cujo nome não revelou.

O empresário Odair dos Santos, investidor do 3 de Febrero, do Paraguai, clube detentor de 50% dos direitos de Colmán, lamentou a situação. Ele descreve versão corroborada pelo São Paulo nos bastidores, de que o acordo estava costurado na sexta-feira e seria sacramentado na segunda, quando o Nacional enviaria o documento para selar a transferência. A demora da resposta dos paraguaios irritou os brasileiros. Odair também confirma que havia um entendimento com Colmán para assinar contrato por quatro anos.

– Na segunda, o Aldo me disse que iria esperar porque tinha conversado com o jogador e com o tio do atleta. O atleta disse que queria jogar no São Paulo, mas que precisavam falar com o tio dele. Depois pediram um prazo ao São Paulo, que não queria mais esperar. Hoje (quinta) de manhã, o Aldo me falou que a operação não sai mais porque não entraram em consenso se seria à vista ou a prazo. O próprio Nacional mudou o posicionamento e depois tratou diretamente com o São Paulo. A informação que tenho é essa também, de que a operação não sai mais. Desconheço ofertas de outros clubes, a não ser a da Udinese (Itália). Fico chateado porque desde o início mantive minha palavra, mas cada um age como lhe convém – lamentou Odair, que classifica a negociação como desgastante.

Diante desse panorama, o São Paulo analisa alternativas. O clube continuará atrás de um centroavante, mesmo após acertar Neilton.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em “Nacional encerra negociação com São Paulo por Colmán; empresário lamenta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*