Muricy evita empolgação, mas valoriza: “Estamos achando um time”

Três vitórias consecutivas no Brasileirão e ingresso no G-4. Apesar do bom momento na competição nacional, o técnico Muricy Ramalho optou por manter os pés no chão após a vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Inter, na noite desta quarta-feira, no Beira-Rio. Em entrevista coletiva instantes após a partida, Muricy elogiou a evolução defensiva do Tricolor paulista. Para o treinador, o São Paulo começa a “achar um time”.

– Estou feliz, mas não empolgado.  A defesa melhorou muito. Estamos achando um time. Estávamos oscilando demais, era um time que não era consistente – discursou.

A coletiva também girou em torno do tropeço diante do Bragantino, na última quarta-feira, o que gerou a queda na Copa do Brasil. O treinador lamentou a irregularidade do clube paulista, mas lembrou dos desfalques.

– De vez em quando a gente acerta uma. Faz parte da nossa profissão. Às vezes o trabalho não sai como queremos. Mexemos muito no time, principalmente na Copa do Brasil. Estamos em busca do time ideal. Nunca iniciamos e terminamos com a mesma equipe – comentou.

Com a vitória sobre o Inter, o São Paulo pulou para a terceira colocação no Brasileirão, com 29 pontos – quatro atrás do líder Cruzeiro. Para o comandante, o time mineiro é justamente o que tem mostrado o melhor futebol no país.

– É o melhor time do Brasil. É um time com futebol de movimentação, velocidade e boa defesa. Teve um projeto para isso, acreditaram no técnico. Acho que é o único time que joga bem futebol e não oscila – elogiou.

A partir desta quinta-feira, Muricy começa a preparar o São Paulo para o clássico contra o Santos. A partida ocorre às 16h de domingo, no Morumbi.

Muricy Ramalho São Paulo (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)Muricy Ramalho orienta Kaká durante a vitória sobre o Inter no Beira-Rio (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Confira abaixo a íntegra da entrevista do treinador:

DENILSON E HUDSON

Nunca desisto do jogador e não tem esse negócio de cadeira cativa. O Denilson chamou a atenção nos treinamentos. Ele sabe jogar e se preparou muito fisicamente. Hoje é ele e mais outro no meio-campo. O Hudson foi contratado porque fez um excelente Campeonato Paulista. Ali começa o jogo, no setor de meio-campo. Estava há muito tempo sem jogar, mas estava mostrando profissionalismo. Eles precisam estar preparados. Temos várias competições e (recebemos) cartões amarelos.

A LIDERANÇA DE KAKÁ

É pouco tempo (de contrato), mas ele vai passar muita coisa boa para nossos jogadores, principalmente os mais jovens. Ele mostra diariamente o que é ser profissional. Hoje ele correu demais de novo, nunca reclama de nada e ajuda a cobrar os outros. Claro que uma desclassificação gera um tumulto. Ele é acima da média como homem. Esses caras ajudam a sair desse tipo de situação

G-4

É o objetivo de todos. (O São Paulo) É um time que não brigava por isso há tempos. No futebol ninguém quer saber de planejamento. Às vezes não é bem assim. Estamos fazendo um grupo. Escolhemos a dedo esses caras, como pessoa, principalmente. Para permanecermos no G-4, precisamos ser mais consistentes.

GANSO ARTILHEIRO

Tomara que ele tome gosto disso. Vimos o exemplo da Seleção. O Ricardo Goulart foi para a Seleção como meia de ligação. É isso que estamos tentando impor para os números 8 e 10. O Ganso prefere dar um passe do que fazer o gol. É a coisa que ele acha mais fantástica, mas precisa pegar o gosto de fazer gols.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*