Michel Bastos volta a treinar e São Paulo vê saída de Centurión esfriar

A terça-feira foi de novidades para o setor ofensivo do São Paulo. Depois de ser preservado da partida contra o Santa Cruz no Recife, o meia Michel Bastos foi liberado para voltar a treinar com o grupo e participou das atividades comandadas pelo interino André Jardine. E as opções do técnico ainda podem aumentar, já que a saída de Ricardo Centurión pode não acontecer.

O Tricolor vinha reiterando, desde a última semana, que tudo estava resolvido com o Boca Juniors (ARG) para o atacante ser emprestado por uma temporada ao clube xeneize. Em entrevista a veículos argentinos, porém, Ricky negou que a situação estivesse definida e que avisou que os são-paulinos precisavam cumprir o que haviam prometido nas negociações.

Os tricolores, então, passaram a reclamar de pedidos do Boca, que desejava o empréstimo de graça e ainda que os paulistas pagassem parte dos salários. Assim, a diretoria do time brasileiro admite que a transferência para o Boca pode melar. A falta de opções para o ataque, que perdeu cinco jogadores nos últimos meses, também pode fazer com que Centurión volte a ter chances.

Se depender das reclamações recentes da torcida, Michel Bastos também terá trabalho para recuperar uma vaga entre os titulares. Nesta terça, André Jardine comandou treino leve, apenas com exercícios técnicos, e ainda não deu pistas sobre a escalação para encarar o Botafogo, às 16h de domingo, no Morumbi. No novo esquema do interino, o camisa 7 pode jogar em três funções.

Ele poderia ocupar o lado esquerdo tanto pela ponta quanto pelo meio, posições em Thiago Mendes e Cueva se revezaram diante do Santa Cruz, quando o time estreou no 4-1-4-1. Há ainda a possibilidade de ser usado como Kelvin atuou no Recife, aberto na direita. Serão mais quatro dias de trabalho para tentar recuperar a vaga.

Fonte: Lance

2 comentários em “Michel Bastos volta a treinar e São Paulo vê saída de Centurión esfriar

  1. Olho no Migué, quero ver se esse mala vai se empenhar.
    Brincadeira vagabundos ganham mais de 300 mil por mês e ainda faz mimimi pra jogar, isso é um absurdo.
    Pai de família sai cedo, pega ônibus/metrô lotado, trabalha como um condenado e ganha uma merreca. Esses inúteis ganham uma fortuna, tem tudo ao seu dispor, médico, dentista, fisioterapeuta, academia etc… e ainda faz pouco caso pra jogar, demais!

    Vai ser pobre pra vc ver o que é bom mimadinhos.

  2. Não o escalaria como titular. Por mim brigaria por uma vaga com Thiago Mendes, no meio, já qur na ponta não tem jogado nada. No meio não dá pra Miguelar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*