Melhor na tabela, Tricolor é favorito no Morumbi para Valdivia

Antes de enfrentar o São Paulo neste sábado, Valdivia não precisa nem ser questionado sobre favoritismo. Citando a diferença de 17 pontos e 13 posições entre o Palmeiras e o arquirrival noCampeonato Brasileiro e o fato de a partida ser no Morumbi, o chileno logo repassa a expectativa maior de vitória aos anfitriões do Choque-Rei.

“Eles estão melhores, são os favoritos para ganhar o clássico”, opinou. “O Morumbi é um campo grande e o São Paulo sabe se espalhar lá. Quem não é acostumado, sente dificuldade. E eles estão lá em cima na tabela enquanto estamos brigando para sair da zona de rebaixamento.”

Na briga por uma vaga na Libertadores, o Tricolor está em quinto lugar, sem chance de subir de posição nesta rodada por estar a quatro pontos do quarto colocado Vasco. O Verdão, por sua vez, é o antepenúltimo, mas pode até sair da faixa de descenso caso vença o clássico e, nesta quinta-feira, a Portuguesa não perca do Sport no Canindé e a Ponte Preta vença o Coritiba no Paraná.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Meia cita diferença de 17 pontos e 13 posições entre Palmeiras e São Paulo no Brasileiro, mas crê em vitória

E campanha e estádio não fazem o chileno se sentir antecipadamente derrotado. “Nada disso significa que eles já ganharam o jogo, o clássico é de momento, é do dia. A diferença nossa para eles é só na tabela, porque a vontade de ganhar acho que está igual. E estamos em uma sequência boa, ganhando e jogando bem”, apontou.

 

Desde a chegada de Gilson Kleina, o Palmeiras acumulou três vitórias, duas delas pela liga nacional. E a ordem para evitar a disputa da segunda divisão na próxima temporada é considerar a possibilidade de vencer qualquer uma das 11 partidas restantes, independentemente de local ou adversário.

“Por mais difícil que o jogo seja, não podemos entrar em campo pensando que vai perder. Ninguém pensa assim. E nem dá para pensar. O momento é de ganhar todas para sairmos logo dessa situação”, discursou Valdivia, aplicando a ideia já para o Choque-Rei de sábado.

“Na nossa cabeça está ganhar do São Paulo e o máximo de jogos para ficar em uma situação mais tranquila. Não temos mais espaço para ficar cometendo erros, continuar perdendo. Nosso momento não é de pensar em ganhar dois, três jogos e perder um. Para nós, temos que ganhar todos para sair dessa”, indicou.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*