Marcação é trunfo de Ademilson no concorrido ataque são-paulino

A maioria dos são-paulinos, ansiosa para o recomeço do Campeonato Brasileiro há uma semana, não imaginava ver Ademilson como titular contra Bahia e Chapecoense. Mesmo ser ter a confiança da torcida – e muitas vezes ser vaiado -, o garoto conquistou Muricy Ramalho e se destacou em meio à concorrência com Alexandre Pato por ser mais dedicado na marcação.

– É uma coisa a mais para mim, sei que tenho essa facilidade. Se outro atacante ou meia tiver que marcar, vai marcar, só não sei se com a mesma força que eu e o Osvaldo temos. Para nós dois é bom, temos uma força a mais que os outros. É uma caracteristica nossa e temos uma certa vantagem por conseguirmos fazer duas funções – exaltou o camisa 19.

O moral que conseguiu com Muricy, no entanto, ainda não é suficiente para cativar a torcida. Segundo Ademilson, os torcedores têm o direito de vaiá-lo, como aconteceu na derrota para a Chapecoense, mas precisam lembrar que o atacante deve ter algum mérito por estar há dois anos sendo utilizado com frequência no time profissional.

– Quero sempre jogar. Sempre chegam bons jogadores e eu conitnuo entrando. O trabalho é no campo, não adianta eu ficar triste ou cabisbaixo. Se eu continuar treinando e ajudando, no mínimo, vou entrar em todos os jogos. Minha família fala que eu tenho que ficar tranquilo, uma hora a chance vai chegar. Todos têm o dirieto de xingar, então tenho que mostrar para a torcida que posso ser mais regular – afirmou o jovem de 20, que se coloca à disposição para todas as posições do ataque.

– Estou brigando por uma vaga, independente contra quem vou disputá-la. Seja com o Alan Kardec, com o Luis Fabiano, o Pato, o Ewandro ou o Osvaldo.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*