Maratona de jogos preocupa Ney Franco, que diminui ritmo dos treinos

O estado físico dos jogadores do São Paulo inspira cuidados. Por isso, o técnico Ney Franco resolveu não forçar na véspera da partida desta quarta-feira, contra o Atlético-GO, às 21h50m (horário de Brasília), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira, os atletas fizeram um trabalho regenerativo no Reffis e na pisicina do CT da Barra Funda. Nesta terça, houve apenas um rachão para aquecer os jogadores, seguido de um treino físico em campo reduzido. Tudo para preservar os atletas.

A preocupação é grande porque o São Paulo sai de um jogo num campo menor, o do estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, onde venceu o Figueirense por 2 a 0, no último domingo, e três dias depois atuará, contra o Atlético-GO, no Serra Dourada, em Goiânia, que tem gramado muito maior. Ney Franco já alertou os atletas que disciplina tática e posicionamento serão fundamentais para o time superar o desgaste e buscar a vitória.

– Não adianta querer fazer no Serra Dourada o que fizemos no Orlando Scarpelli. Não pode fazer marcação pressão no começo porque pode faltar gás no final. O segredo é atuar junto o tempo todo, trocar passes curtos e se manter bem posicionado – alertou o meia Maicon, que teve boa atuação no último domingo e será mantido na equipe.

Sem Luis Fabiano, vetado pelo departamento médico, Ney Franco vai apostar novamente na dupla de ataque que fez sucesso em Florianópolis, formada por Ademilson e Willian José. A única alteração na equipe estará na defesa, onde Edson Silva será o substituto de João Filipe, que levou o terceiro cartão amarelo no final de semana e terá de cumprir suspensão automática.

O São Paulo buscará a segunda vitória consecutiva nesta quarta-feira com a seguinte formação: Denis; Rhodolfo, Rafael Toloi e Edson Silva; Douglas, Denilson, Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Willian José.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*