Maicon lamenta gols perdidos e vaga na Libertadores mais distante

Capitão do São Paulo, Maicon saiu de campo triste com o empate por 1 a 1 com o Grêmio, na noite desta quinta-feira, no Morumbi, em duelo pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Um dos líderes do elenco tricolor, ele lamentou as chances de gols desperdiçadas pela equipe enquanto ainda estava à frente no placar.

“Mais uma vez, tivemos oportunidades de fazer mais um ou dois gols, infelizmente não fizemos. Eles na única oportunidade que tiveram, bola bem batida, fizeram o gol. Não lembro de nenhuma defesa do Denis, quem não faz toma, a gente vem oscilando, sim, e tomamos o gol dentro de casa”, analisou Maicon, lembrando que sua equipe não sofria um gol no Morumbi há quatro jogos.

O gol de Andres Chavez logo aos 11 minutos do primeiro tempo deixava o São Paulo com apenas quatro pontos a menos que o Atlético-PR, primeira equipe dentro do G6. No entanto, com o tento feito por Ramiro aos 21 da segunda etapa, após perder cerca de três boas chances de ampliar o marcador, a distância para o time paranaense fica em seis pontos. Isso a três rodadas para o término da competição nacional.

“Porque oscila? Não sei. A gente tem sempre a oportunidade de concretizar, tem de fazer os gols, faz parte, é do futebol, mas do nível do São Paulo isso não pode acontecer, temos de concretizar com gols. O Grêmio teve uma chance, fez o gol, perdemos dois pontos importantíssimos, e uma chance grande de se aproximar do G6. Ficamos muito tristes”, concluiu o defensor.

Essa foi a última vez que o Tricolor paulista atuou no gramado do Morumbi neste ano. Isso porque encerrará sua participação no Brasileiro no Pacaembu, contra o Santa Cruz, no dia 4 de dezembro, já que o estádio são-paulino está reservado para um show da banda britânica Black Sabbath, marcado para acontecer no dia anterior.

No 12º lugar, com 46 pontos, o São Paulo volta a campo já neste domingo, quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá, a partir das 19h30 (de Brasília).

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*