M. Bastos brinca com Pato e diz que gosta de pressão da torcida no SP

Depois da derrota no clássico para o Corinthians, o São Paulo sofreu pressão de sua torcida: além dos gritos de é quarta-feira, os nomes da maioria dos jogadores não foram gritados antes da vitória sobre o Audax neste sábado. Para alguns jogadores, isso atrapalha; Michel Bastos, porém, diz que gosta.

“Eu levo mais para o lado positivo. A gente sabe que quarta-feira é importante, reconhece a cobrança da torcida. Vem de uma derrota que abalou um pouco, vamos fazer de tudo para sair com uma vitória. Eu gosto, já estou acostumado com isso. Acho que você tem que ter personalidade. Eu fui para o mundo árabe e senti falta disso, estádio cheio, mesmo que seja contra. Por isso fiquei só seis meses, senti falta dessa pressão”, afirmou.

Na quarta-feira, diante do Danubio, no Morumbi, o São Paulo terá Pato, que não pode jogar contra o Corinthians. O atacante, artilheiro do time na temporada, recebeu elogios de Michel, mas não sem antes ser “sacaneado”.

“É um grande jogador, a gente confia bastante nele. Sabe que as vezes precisa dar uma cutucadinha nele. Se ele botar na cabeça dele que pode, vai ajudar bastante, vem ajudando. É o artilheiro do Paulista. Pato é um grande profissional, grande atleta, a gente brinca que as vezes precisa dar uma cutucada, ele é meio desligadinho (risos). Mas não está precisando não”.

Depois da derrota para o rival na última quarta, Michel Bastos, que jogou na lateral, voltou a dizer que preferia jogar no meio de campo. Apesar disso, não acha que sua escalação tenha sido o motivo do tropeço.

” Tanto eu como os outros, não fomos bem, a equipe não foi bem. Do jeito uque falam, parece que o erro foi esse, não foi. Perdemos porque jogamos mal. Eu já tinha jogado nessa posição no ano passado uma das melhores partidas pelo São Paulo, contra o Palmeiras. O erro não foi esse, o time não foi bem”, finalizou.

A partida diante do Danubio será às 22h desta quarta-feira, no Morumbi.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*