Lyanco e a expectativa de ‘estrear’ no seu setor de origem

Sem poder contar com Lucão (trauma no tendão calcâneo direito) e Rodrigo Caio (convocado para o amistoso da Seleção Olímpica, contra a França), o técnico Juan Carlos Osorio poderá apostar no jovem Lyanco para o lado direito da zaga são-paulina. Revelado nas categorias de base do Botafogo e lapidado no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, o camisa 34 está pronto para ter a sua primeira oportunidade na sua posição de origem.

Nos dois jogos que fez até aqui – diante de Atlético-PR (1 x 2) e Ponte Preta (3 x 0) -, o jogador entrou no decorrer das partidas e atuou como volante. “Tenho a cabeça boa e treino todos os dias com a mesma determinação em busca de uma chance. Com a lesão do Lucão e a convocação do Rodrigo Caio, pode surgir uma oportunidade. Por isso estou trabalhando firme para agarrar esta chance e mostrar o meu trabalho”, afirmou o marcador de olho em um lugar na equipe para o duelo desta quarta-feira (2), quando o Tricolor visitará o Joinville pelo Campeonato Brasileiro.

“Além de poder fazer o meu primeiro jogo como titular, caso seja escolhido pelo treinador, poderei ganhar mais a confiança do grupo e do próprio professor, porque terei a oportunidade de mostrar o meu trabalho. Quero aproveitar da melhor maneira possível e agarrar esta chance”, acrescentou Lyanco, que foi elogiado nos dois jogos que disputou mesmo atuando improvisado em outro setor: o de marcação no meio de campo.

“Na base do Botafogo, joguei algumas vezes de volante. Por isso não senti tanta dificuldade. Quando subi para o profissional do São Paulo, desde o meu primeiro treino, o Osorio me escalou de volante nos trabalhos táticos. Ele disse que tinha facilidade para jogar por ali, e então tratei de aprender mais sobre a posição. Vi alguns vídeos de outros jogadores, e quando fui chamado para entrar nos jogos lembrei exatamente como deveria fazer. Felizmente consegui desempenhar bem o meu papel e ajudar a equipe”, disse o zagueiro, de 18 anos.

Focado no confronto com os catarinenses, o jogador já estuda o adversário válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 34 pontos em 21 rodadas, o clube ocupa a quinta colocação no Brasileirão e está na cola do G-4 – o Palmeiras, que está no quarto lugar, também detém 34 pontos ganhos, mas leva vantagem nos critérios de desempate. Pela frente, o Tricolor terá um rival que luta para fugir da zona do rebaixamento e está no 19º lugar, com 19 pontos.

“Com as duas últimas vitórias, nosso time recuperou a confiança. O Joinville já mostrou que é forte em casa, mas vamos com tudo para cima em busca de um resultado positivo. Queremos os três pontos para confirmar a nossa reação na temporada e entrar novamente na briga pelo título”, finalizou o defensor são-paulino, que nas atividades da última segunda-feira (31) foi testado pelo treinador entre os titulares.

 

Fonte: Site Oficial

Foto: Site Oficial

6 comentários em “Lyanco e a expectativa de ‘estrear’ no seu setor de origem

  1. Por uma fatalidade… se Edson Silva e Lyanco se lesionam ou tomam uma suspensão… quem é que entra nessa zaga? Põe o João Paulo para jogar de zagueiro? põe o massagista para jogar? dá uma camisa para o cara que vende coxinha do habbis no morumbi e põe ele no campo para jogar???

    Como disse o Muricy, Osório está operando milagres com esse elenco!

    • em outra notícia aqui no site eu disse a mesma coisa.
      Osório esta fazendo muito bem o seu trabalho.
      e tem cara reclamando ainda, e não consegue enxergar as dificuldades que o treinador esta tendo.

  2. A base serve para isso mesmo, entrar e dar o recado na hora que for necessário, melhor que jogador meia boca comprado para compor o elenco, caso do Edson Silva e Reinaldo, que nem temos ideia de quando serão vendidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*