Luis Fabiano toma 1º cartão e justifica aula de ex-juiz já agendada

O São Paulo já tem agendada palestra disciplinar de um ex-árbitro para o elenco caso se confirme a classificação para o grupo 3 da Libertadores. Pela primeira mostra de Luis Fabiano nesta quarta-feira, vai mesmo precisar. Logo na estreia do time na fase preliminar da competição, o atacante recebeu cartão amarelo desnecessário.

A advertência foi dada no último minuto do duelo contra o Bolívar. Não satisfeito em discutir com adversários ao longo do jogo – sendo contido pelos companheiros, como o zagueiro Lúcio –, ele reclamou da não marcação de um escanteio, quando o São Paulo já vencia por 5 a 0, e se juntou a Aloísio na lista de amarelos do time.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Atacante tricolor quer mostrar que está mudado

Até a edição passada da competição, o cartão resultava apenas em multa financeira ao clube. Pelo novo regulamento, entretanto, o jogador é suspenso se houver acumulo de três amarelos. A mudança preocupou o técnico Ney Franco, que no último ano sofreu com suspensões no Campeonato Brasileiro.

“Teremos uma palestra de um profissional muito experiente da área para conversar sobre esse tipo de comportamento. Nós estamos preocupados em não cometer os mesmos erros”, havia dito o treinador, na véspera da partida. Depois do jogo, repetiu que “não tem faltado pedido aos jogadores”.

O que tem faltado especificamente a Luis Fabiano é se controlar. Na Sul-americana de 2012, ficou fora da segunda partida da final por tentar revidar agressão no primeiro jogo. Na pré-temporada deste ano, ele prometeu mudar.

“Esse ano é diferente. Eu tenho que melhorar certas coisas. Não vou dizer que não vou ser expulso, tomar cartão, mas vou procurar melhorar meu comportamento, porque esse episódio me doeu muito”, falou, exatamente uma semana antes de demonstrar o contrário.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*