Lucas Fernandes vira aposta da vez em Portugal e recebe sondagens

Na coletiva que antecedeu o confronto com o Boavista, na última rodada da Liga Portuguesa, o técnico do Portimonense, António Folha, parou em determinado momento e sorriu ao confessar surpreendido por nenhum jornalista ter perguntado até então sobre o craque da equipe, o japonês Shoya Nakajima, que seria desfalque por lesão.

Com ofertas que rondam os 20 milhões de euros (R$ 83 milhões), Nakajima é sensação no futebol português e esteve próximo de se transferir para o Wolverhampton, da Premier League, através do agente de Jorge Mendes, que cuida da carreira de Cristiano Ronaldo.

Ficou provado no duelo com o Boavista que existe vida no Portimonense sem Nakajima. Na ausência de seu camisa 10, o time do Algarve viu o brasileiro Lucas Fernandes brilhar, arrebentar com uma assistência e ser decisivo na vitória de 2 a 0 que pôs o clube de vez na briga por uma vaga na Liga Europa na temporada que vem.

De quebra, o jovem jogador de 21 anos, que atua por empréstimo do São Paulo, ainda foi eleito o melhor em campo no jogo disputado fora de casa.

“Repare: o segredo na nossa forma de jogar é não ter medo na forma de abordar os jogos, aconteça o que acontecer. E tento passar isso todos os dias à minha equipe. Obviamente que fora sabemos que é sempre mais complicado de jogar e assumir o controle. Mas eu tenho comigo que nossa ideia de jogo esteja sempre presente. Não gosto que meu time tenha duas caras”, explicou Folha ao fim da partida, comentando depois a atuação de Fernandes.

“Quando lançamos um ou outro jovem face à necessidade porque hoje tivemos essa necessidade, vemos que eles estão dispostos a agarrar o sol. O sol nasce para todos e os jogadores têm de compreender que é preciso sair de casa para pegar o sol, andar atrás dele porque depois não dá para dizer que nunca o apanhou”, prosseguiu.

“É isso que eu tento transmitir a esses garotos, a vida é feita de muitos sacrifícios e eles têm de compreender que não é só prazer. Tem muito de ambição também. É por isso que muitos talentos se perdem porque carregar isso todos os dias não é fácil”, completou.

Assédio sobre a promessa são-paulina

No resumo da rodada em discussões na imprensa local, Lucas tem sido apontado como um dos nomes a ser seguido no segundo turno do campeonato. Depois de passar por um período de adaptação no país, ele agora se encontra pronto para assumir a vaga do compatriota Ewerton, que vinha sendo titular e foi repassado Urawa Reds, do Japão.

“Como gosto e meus jogadores têm essa característica de querer a bola, não mostrar medo de assumir riscos, o Lucas havia me dado uma resposta boa em jogo contra o Sporting, saindo de trás com qualidade. Ele chuta muito bem de fora da área, tem chegada e bom arremate”, ressaltou Folha.

O tricolor paulista é um dos que tem naturalmente motivo para seguir atento aos passos de seu prata da casa.

Conforme apurado pelo UOL Esporte, em seu contrato de empréstimo, o atleta tem estabelecida uma cláusula com opção de compra cujo valor não é considerado baixo, mas seria acessível em caso de propostas no mercado.

O jornal A Bola revelou, em sua edição da última sexta-feira, que o Portimonense recebeu consultas de clubes locais e do exterior pelo meia-atacante, mas não pretende abrir qualquer conversa antes da janela de transferências de verão. O seu estafe trabalha por sua permanência em definitivo no futebol europeu e não negou esse desejo em contato com a reportagem.

O Portimonense é uma vitrine propícia para isso. A cada rodada, é cena comum a presença de olheiros de diversos times em seu estádio.

Apenas em sua segunda temporada na elite portuguesa, o clube não esconde que tem entre seus objetivos fazer dinheiro com a venda de atletas. Ele possui como principal investidor o empresário Teodoro Fonseca, que cuidou, entre outros, da carreira do atacante Hulk. Ele é ciceroneado no dia a dia pelo ex-atacante Robson Ponte, que passou por Guarani, Bayer Leverkusen e Wolfsburg.

Nos últimos anos, os seus destaques tiveram como destino principal o atual campeão Porto, com quem mantém relação estreita. Avesso a entrevistas e rodeado por ex-companheiros tricolores – outros oito passaram pela Barra Funda -, Lucas Fernandes está conseguindo em Portimão as chances que não vinha tendo no São Paulo. Até aqui, ele entrou em campo 15 vezes, sete delas como titular. Esse número deve aumentar ainda mais agora.

O Portimonense, por sua vez, ocupa a oitava colocação na tabela, com 27 pontos, somente dois atrás do quinto lugar, Belenenses SAD.

 

Fonte: Uol

Um comentário em “Lucas Fernandes vira aposta da vez em Portugal e recebe sondagens

Deixe uma resposta para Eduardo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.