Liziero revela insônia de Helinho e fala sobre golaço: “Não é novidade”

O meia-atacante Helinho se tornou no último domingo o primeiro jogador na história do São Paulo a ter marcado um gol em sua estreia pelo time profissional. Aos 18 anos, ele balançou as redes do Morumbi no empate por 2 a 2 com o Flamengo, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Na ocasião, Helinho foi chamado pelo técnico Diego Aguirre para entrar no lugar de Anderson Martins após o intervalo. Logo aos cinco minutos do segundo tempo, ele recebeu na direita, cortou para o meio e soltou a bomba de esquerda, acertando o ângulo do goleiro César.

Companheiro de Helinho desde os tempos da base, o versátil Liziero não se mostrou surpreso com o golaço do amigo. “Não é novidade. Já vi o neguinho fazer uns três, quatro gols assim na base. É característica dele cortar para dentro e fazer aquele chute”, contou o volante à Gazeta Esportiva.

Na reapresentação do time, na última terça-feira, ambos fizeram apenas exercícios regenerativos. De acordo com Liziero, as emoções de marcar um gol diante de mais de 30 mil pessoas fizeram Helinho passar em claro a madrugada de domingo para segunda.

“Ele chegou na academia e falou que não conseguiu dormir direito. Eu falei: ‘Pô, quando eu estreei, não fiz um gol desse e também não consegui dormir. Imagina você (risos)’”, afirmou o meio-campista.

Com contrato até abril de 2023, Helinho foi um dos jovens promovidos ao elenco profissional neste ano. De sua leva também subiram os meias-atacantes Igor Gomes e Antony. O último a trocar Cotia pelo CT da Barra Funda foi o goleiro Júnior, chamado em função do empréstimo de Lucas Paes ao Toronto FC, do Canadá.

As promoções, segundo Liziero, reforçam a tradição do clube de aproveitar as suas pratas da casa no time principal. “Quem sobe aqui da molecada sempre quer ajudar o São Paulo, porque fez a trajetória toda na base. A gente pensa em ajudar o time”, concluiu.

Com o apoio da base, o São Paulo busca uma vaga direta na fase de grupos da Copa Libertadores 2019. A seis rodadas do fim do Brasileirão, o Tricolor ocupa o quarto lugar com 57 pontos, apenas dois a mais que o Grêmio, quinto colocado. O próximo compromisso é o clássico contra o Corinthians, no sábado, em Itaquera.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*