Liziero cresce no São Paulo e vira xodó de Aguirre

Liziero tem 23 jogos pelo São Paulo. Todos eles sob o comando de Diego Aguirre. O garoto de 20 anos, aliás, pode ser considerado o primeiro titular entre os reservas do Tricolor. Nos últimos três jogos, contra Corinthians, Grêmio e Cruzeiro, o jovem volante foi titular na vaga de Jucilei.

Machucado, o titular da posição deve voltar apenas contra o Vasco, no domingo, pelo Campenato Brasileiro. Ou seja, Liziero deve começar mais uma vez jogando na quinta-feira, às 19h30 (de Brasília), também no Morumbi, contra o argentino Colón, na partida de ida da segunda fase da Copa Sul-Americana.

– Já é uma realidade. Quando chegamos aqui, era um menino, uma promessa da base, e hoje é uma realidade o São Paulo. É um jogador de que gosto muito, de muita qualidade, excelente profissional. Gosto muito do futebol que ele tem, ele ajuda muito. Não sei se é um 12º jogador, mas é um jogador em que confio, e isso é importante para qualquer treinador – falou Aguirre.

A promoção de Liziero ao time profissional do São Paulo ocorreu logo depois da demissão de Dorival Júnior, no início de março. De lá para cá, o garoto se firmou como titular, perdeu espaço após queda de rendimento e hoje tem sido a primeira opção de Aguirre para a contenção no meio de campo.

Liziero valoriza o papel de Aguirre em sue evolução dentro do clube. De acordo com o volante, o técnico uruguaio o ajuda muito, sempre na base da conversa.

– O Aguirre é um cara tranquilo. Quando vai cobrar, ele chama para conversar numa boa. E, quando tenho dúvida, eu também falo com ele tranquilamente – contou Liziero.

O volante realmente tem ótimo relacionamento com o treinador. Principalmente por ser versátil e atuar, além de volante, como lateral e meia.

– É um jogador moderno. Tem uma característica de volante, de bom jogo, personalidade para jogar com esse rompimento de linhas. Ele faz transições muito boas com e sem a bola por dentro, e pode jogar tanto mais fechado quanto mais por fora. Essa versatilidade o torna um jogador importante, porque posso utilizá-lo em mais de uma posição – analisou o treinador.

Formado nas categorias de base do São Paulo, o Liziero espera agora ter chance de retribuir o clube com títulos e, pessoalmente, com convocações para a seleção brasileira.

– Quero ganhar títulos com essa camisa, chegar à seleção brasileira e retribuir tudo o que fizeram por mim – completou o volante.

Liziero renovou recentemente seu contrato com o São Paulo. O novo vínculo vai até 30 de abril de 2023.

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Liziero cresce no São Paulo e vira xodó de Aguirre

  1. Liziero antes era somente um lateral de regular para bom, mas nas mãos de JARDINE seu talento evoluiu de uma forma esplêndida. Um jogador muito técnico e tático, pronto para jogar em qualquer time do país ou do exterior.

  2. Nem preciso falar nada,
    somente isso,
    que ele mesmo disse:
    – Quero ganhar títulos com essa camisa, chegar à seleção brasileira e retribuir tudo o que fizeram por mim – completou o volante.
    Da lle. Liziero.

  3. Eu não enxergo esse menino como volante, pra mim esse menino é meia. Quando o Nenê sair, acho que a tendência seria o Liziero assumir a meia, acho que mais à vontade para jogar o moleque iria arrebentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*