Wellington Nem festeja gol e se põe à disposição para 90 minutos

Um gol para celebrar a nova fase, livre das lesões. É dessa maneira que Wellington Nem encara o fato de ter deixado a sua marca no clássico contra o Corinthians, no último domingo. Apesar da derrota tricolor por 3 a 2, o gol dá confiança ao camisa 21, que ainda não conseguiu justificar o investimento feito pelo São Paulo no seu futebol – o atacante foi anunciado em outubro do ano passado.

– Sei da expectativa e da confiança que a torcida depositou em mim desde a minha chegada, então, esse gol tirou um pouco do peso das costas e me dá mais confiança para a sequência do campeonato. Infelizmente, foi numa derrota do time, mas a gente tira lições e busca corrigir os erros para acertar nos próximos jogos – afirmou o jogador.

Motivado, ele agora se põe à disposição de Rogério Ceni para o confronto desta quarta-feira, diante do Sport, às 19h30, na Ilha do Retiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

– Fica a critério do Rogério. Temos grandes jogadores no elenco, ótimas opções e ele saberá o que é o melhor para o time no momento. Tive algumas lesões que atrapalharam meu início de trajetória no São Paulo e precisava readquirir ritmo de jogo para voltar a atuar em alto nível. Apenas nos treinamentos do dia a dia e nos jogos é que serei capaz de evoluir para ter grandes atuações.

Wellington Nem tem boa oportunidade de reconquistar seu espaço no elenco, principalmente porque Ceni acabou de perder Luiz Araújo, negociado com o Lille, da França, por R$ 38,3 milhões. Morato, contratado junto ao Ituano e possível alternativa, sofreu séria lesão no joelho e só voltará em 2018.

Além do camisa 21, o treinador também conta com Denilson, outro atacante velocista, para atuar pelas pontas. O jogador foi contratado por empréstimo junto ao Avaí e aguarda a regularização de sua documentação para poder estrear.

Lesões e mais lesões…

Após a pré-temporada realizada nos Estados Unidos, no começo do ano, Wellington Nem ganhou a vaga de titular no início do Campeonato Paulista. Na primeira partida, porém, contra o Audax, em Barueri, sofreu uma lesão na coxa direita. Ficou quatro semanas parado. Quando voltou, Luiz Araújo estava voando na equipe titular.

Uma nova oportunidade apareceria, mas outra contusão o atrapalhou. Wellington Nem começou jogando o clássico contra o Corinthians, no dia 16 de abril, pela semifinal do Campeonato Paulista. Logo aos 23 minutos, levou uma pancada no joelho direito e precisou ser substituído. Um exame diagnosticou um problema no menisco e o atleta precisou ser operado. Ficou cinco semanas parado no Reffis e, depois, ainda levou um tempo para recuperar sua melhor forma física.

O atacante foi relacionado por Ceni para o jogo contra o Vitória, no último dia 8, quando atuou por aproximadamente 20 minutos. Depois, integrou a lista do clássico diante do Corinthians e ganhou uma chance de entrar aos 18 minutos do segundo tempo. Caiu pela direita, apareceu no meio e deixou sua marca após cruzamento de Junior Tavares.

 Wellington acredita que, apesar de ter somente seis meses de contrato com a equipe do Morumbi (seu empréstimo acaba em 31 de dezembro), ele ainda pode ser bastante útil.

– Não tem muito mistério. Depois de tanto tempo parado por conta de lesões, é retomar a confiança, dar o máximo nos treinamentos para mostrar que estou pronto para voltar e ajudar o time. Sei das minhas qualidades, do meu potencial e quero ajudar o nosso grupo, que é muito forte.

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Wellington Nem festeja gol e se põe à disposição para 90 minutos

  1. Igual ao Nem, talvez até pior porque permanece mais tempo em campo, é o tal do “cumpade” (sabem de quem, néh?) Cícero! Não dá para entender a insistência do treinador com ele…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*