Libertadores e Paulistão: São Paulo tem chance de quebrar dois tabus

Os três próximos compromissos do São Paulo podem servir para mudar a história recente do clube. Nos últimos anos, enfrentar um brasileiro no mata-mata da Libertadores e disputar uma semifinal de Campeonato Paulista não têm dado alegrias à torcida.

Nas últimas cinco Libertadores que participou, o Tricolor sempre foi eliminado por um rival brasileiro. Quinta-feira, contra o Atlético-MG, no Morumbi, o time de Ney Franco começa a decidir as oitavas de final. Após passar sufoco na fase de grupos, a equipe chega motivada pela vitória contra o mesmo Galo, na última rodada do Grupo 3, por 2 a 0. Em Minas, na abertura do grupo, o São Paulo foi derrotado por 2 a 1.

Além disso, o elenco ganhou mais fôlego no último domingo. A vitória sobre o Penapolense por 1 a 0 manteve a equipe viva no Paulistão Chevrolet. Domingo, às 16h, a semifinal será disputada contra o Corinthians, também no Morumbi.

E se há dificuldade em superar brasileiros na Libertadores, passar pela semi do Estadual tem sido até mais difícil para o Tricolor. São seis anos consecutivos em que a história se repete e a semifinal é sinônimo de eliminação para o São Paulo.

– São jogos difíceis, a gente tem de estar focado durante a semana, para a gente conseguir os resultados positivos. Se é para jogar contra time brasileiro, que a gente possa na quinta-feira estar surpreendendo para mudar a história – afirmou Paulo Miranda, se referindo ao incômodo histórico na Libertadores.

Apesar das eliminações, é preciso destacar que o Tricolor superou o Palmeiras nas oitavas de final de 2006 e o Cruzeiro nas quartas de 2010. Em ambas as competições, a queda para outro brasileiro aconteceu na sequência do torneio. Em 2005, ano do tricampeonato da Libertadores, o título foi conquistado diante do Atlético-PR. Antes de chegar à final, a equipe também superou o Palmeiras, com duas vitórias.

Ney Franco não vai priorizar a Libertadores e deixar a reta final do Paulistão de lado. O técnico já disse que só troca título por título. Se fosse para dar a taça do Estadual para avançar na competição continental sem ter a certeza do tetra, o técnico preferiria ficar com o Paulistão. Para isso, tem de passar da semifinal.

Quedas no Paulista

São Paulo 1×3 Santos
2012 – Com três gols de Neymar, o Peixe eliminou o São Paulo em casa. Willian José fez o tento de honra.

São Paulo 0x2 Santos
2011 – Outra vez em casa, o São Paulo acabou eliminado. Ganso, hoje no time, e Elano marcaram os gols.

Santos 3×0 São Paulo
2010 – Semifinal em duas partidas. Derrota por 3 a 2 no Morumbi e depois goleada sofrida na Vila.

São Paulo 0x2 Corinthians
2009 – Duas derrotas. Primeiro, queda no Pacaembu por 2 a 1 e depois revés com gol de Ronaldo.

Palmeiras 2×0 São Paulo
2008 – Conseguiu vencer no Morumbi por 2 a 1, mas fora de casa acabou derrotado e eliminado.

São Paulo 1×4 São Caetano
2007 – Após empate na ida por 1 a 1, Tricolor acaba sofrendo uma goleada inesperada no Morumbi.

Quedas na Libertadores

São Paulo 2×1 Internacional
2010 – Na semifinal, revés no Sul por 1 a 0 e vitória em casa. Gol marcado no Morumbi valeu a classificação ao clube gaúcho, que seria campeão.

São Paulo  0x2 Cruzeiro
2009 – Nas quartas, eliminação com derrotas no Mineirão e Morumbi. Eliminação culminou na saída do técnico Muricy Ramalho.

Fluminense  3×1 São Paulo
2008 – Outra vez nas quartas, eliminação nos acréscimos em jogo disputado no Maracanã. Em casa, Adriano havia marcado no 1 a 0.

Grêmio 2×0 São Paulo
2007 – Vitória no Morumbi por 1 a 0 e derrota no Olímpico. Eliminação precoce ainda nas oitavas de final da competição sul-americana.

Internacional 2×2 São Paulo
2006 – Na final, tropeço em pleno Morumbi na ida (2 a 1), com dois gols de Sóbis. Empate no Beira-Rio acabou com o sonho do tetra.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*