Libertadores de 92 inspira Lucas e companhia

Há 20 anos, o São Paulo chegava ao topo da América do Sul pela primeira vez. Na época, o título da Copa Libertadores de 92 colocou o clube em um novo patamar no cenário mundial. Feito que serve de exemplo para jovens jogadores do atual elenco do Tricolor Paulista.

Muitos nem sequer tinham nascido naquela época. O meia-atacante Lucas, tido como uma das principais revelações nos últimos anos, é um deles. O camisa 7 nasceu dois meses depois da decisão contra os argentinos do Newell’s Old Boys.

No time profissional desde 2010, Lucas busca o primeiro título pelo clube. Nesta data especial para o São Paulo, o jogador espera um dia colocar seu nome na história dos grandes ídolos.

“Sei que era um grande time, com Zetti, Raí e outros tantos jogadores. Espero que eu também possa entrar para a história, colocar um quadro na parede do CT. Levo isso como motivação, pois é um clube de tradição e história. Espero conquistar meus títulos aqui”, disse Lucas.

Se Lucas nasceu meses depois do primeiro título, Rodrigo Caio também não viu o bicampeonato da Libertadores. Mas, por influência do pai, cresceu vendo e ouvindo histórias daquele time. Hoje no clube que torce, o garoto espera repetir a história dos grandes ídolos.

“Meu pai sempre foi são-paulino e me contava tudo sobre o time na Libertadores. Vi vídeos e matérias falando sobre aquele título de 92. Desde então eu sempre torci para o São Paulo e sei que foi um título inesquecível”, completou o camisa 25, que nasceu em 1993.

Um dos caçulas do grupo, Ademilson nasceu em 94, com o Tricolor já consolidado como uma das principais potências do planeta. O atacante, que inicia sua história no clube neste ano, vê nos ídolos do passado uma grande inspiração para poder trilhar um caminho vitorioso no São Paulo.

“Não vi o título, né. Mas a gente fica sabendo o que aconteceu, até por jogar no clube. Foram jogadores que fizeram história aqui no São Paulo, um título muito importante. Espero um dia também poder conquistar a Libertadores com esta camisa”, concluiu o são-paulino.

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*