Liberdade para abusar e errar: o que o São Paulo quer do jovem David Neres

Ricardo Gomes deu a primeira chance como titular a David Neres na vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta, sábado, no Morumbi com quase 50 mil pessoas. Teste para medir a personalidade e o futebol do promissor garoto de 19 anos, que se saiu bem. O gol superou a expectativa e marca o início da trajetória do novo xodó da torcida.

A participação do atacante teve desarmes, acertos e erros em lances de ansiedade, como em um contra-ataque em que ele se precipitou e adiantou demais a bola. Normal: a ideia da comissão técnica é dar liberdade e tempo para o atleta revelado na base se adaptar, abusar dos dribles, sua principal característica, e até errar.

Canhoto e habilidoso, Neres foi escalado aberto na direita. É o setor onde ele gosta de atuar. Ricardo deu confiança para o garoto jogar seu futebol sem medo. Inicialmente, ele não pensava em lançar o atacante em meio à briga do Tricolor contra o rebaixamento no Brasileirão.

O desempenho do atleta nos treinamentos mudou a sua ideia, confirmada pela boa atuação na estreia diante do Fluminense, ocasião em que entrou com placar adverso por 1 a 0 e incendiou a partida. Posteriormente veio a virada por 2 a 1.

– Quando cheguei, fizemos dois jogos-treinos contra o sub-20 e reparei no David. Teve uma lesão do ombro, perguntei e disseram que ele só tinha feito dois jogos depois da cirurgia. Veio para o banco duas, três vezes. A boa formação do São Paulo me permite escolher se vai ser o David, o Luiz, o Pedro… Não foi mais cedo pela lesão do ombro – disse Ricardo Gomes.

– Ele teve a sorte, estava no lugar certo, na hora certa (no gol, veja no vídeo acima). Foi mais acionado no segundo tempo, e isso melhorou bastante o futebol dele. No primeiro, a bola passou pouco por ele – disse Ricardo.

Extremamente tímido diante das câmeras, Neres admitiu que não sabia o que fazer durante a comemoração do primeiro gol como profissional do São Paulo.

– É uma felicidade muito grande marcar com a casa lotada. Agradeço a todos. É uma responsabilidade grande (ser o novo xodó da torcida), mas tenho de agradecer e mostrar dentro de campo. Muita emoção, não sabia nem o que fazer. Ele (Ricardo) passou tranquilidade, me colocou para jogar onde gosto. Só me deu confiança – disse Neres.

Com contrato até dezembro de 2018, o atacante recebeu elogios do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. Depois da vitória sobre a Ponte Preta, o garoto tirou fotos e deu inúmeros autógrafos a torcedores. Rotina nova de quem é a esperança do São Paulo para o futuro.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*