Liberado, Centurión fica mais tempo na Argentina e desfalca treino

O meia-atacante Ricky Centurión desfalcou o treino do São Paulo na manhã desta terça-feira, no CT da Barra Funda. Segundo o clube, ele não se reapresentou com o restante do elenco, depois de dois dias de folga, para cuidar de problema familiar de saúde na Argentina.

Coincidentemente, teve início nesta terça-feira nova greve geral de transportes no país vizinho. Condutores de aviões, ônibus, trens, caminhões, barcos e metrô reivindicam melhores salários, com apoios de sindicatos de oposição, a cinco meses das eleições gerais. A paralisação está prevista para durar 24 horas.

É a segunda vez que o argentino fica fora de um treinamento do time por não estar no Brasil. Desta vez, porém, com liberação, diferentemente do que ocorreu no início de abril, quando recebeu permissão para permanecer mais tempo em Buenos Aires, após partida contra o San Lorenzo, pela Copa Libertadores, mas perdeu o voo no dia seguinte.

Na época, a imprensa argentina noticiou que o jogador de 22 anos havia abusado na noite anterior. O vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, minimizou o episódio. “Ele é jovem, acontece com qualquer jovem. Precisamos conversar sobre isso, mas não critico quem, com 19, 20 anos, sai com uma bela loira na balada”, disse.

Justificada a nova ausência, Centurión deve retornar aos trabalhos na tarde desta quarta-feira, segundo dia de preparação da equipe para a partida contra a Chapecoense, marcada para sábado, em Chapecó.

Com a vitória sobre o Grêmio, no Morumbi, o São Paulo chegou a 13 pontos ganhos e saltou da quinta para a segunda colocação do Campeonato Brasileiro.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.