Leco é acusado de agredir conselheiro do clube após jogo no Morumbi

O São Paulo vive dias turbulentos dentro e fora de campo.

A notícia que corre pelos corredores do Morumbi é de que o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, teria agredido verbal e fisicamente um dos conselheiros do clube após o empate com o Corinthians, neste domingo.

“No fim do jogo, ao passar pelo camarote, eu o cumprimentei. Fui ofendido e ameaçado” contou Pedro Mauad, conselheiro do São Paulo, à ESPN.

“Isso ainda vai te custar caro” teria dito Leco a Mauad, que diz não saber ao que o presidente se referia. “Ele estava totalmente desequilibrado, xingando e falando palavrões”.

A cena teria ocorrido na entrada do salão nobre do Morumbi, diante das outras pessoas que estavam por ali. “Pedi para conversar com ele”, contou, mas foi impedido pelo filho do Leco. “Ele me empurrou e pedi para não por a mão em mim”, disse.

Foi então que o presidente, que então se afastava da cena, retornou. “Ele tentou pegar na minha garganta e pegou pelo meu colarinho e me segurou. Como estava com uma mão ocupada, com a outra o afastei”, relatou Pedro. Foi então que seguranças e conselheiros do São Paulo intervieram para apartar confusão.

O conselheiro de 65 anos ainda estuda quais medidas tomar em resposta ao acontecido.

Segundo o artigo 10 do estatuto do São Paulo, praticar agressão física nas dependências do clube pode render “suspensão de até 120 dias, conforme a gravidade”.

Procurada pela reportagem, a assessoria do presidente está apurando os fatos antes de se posicionar oficialmente sobre o caso.

 

Fonte: ESPN

14 comentários em “Leco é acusado de agredir conselheiro do clube após jogo no Morumbi

  1. É lamentável sob todos os aspectos. Cenas como essa reproduzem o momento turbulento da gestão tricolor. Até parece aquele time da zona leste em seus piores momentos. Não dá para reconhecer aquele São Paulo FC que idealizo como clube modelo de gestão e de performance.

  2. Paulo Pontes,
    Boa Noite!
    Vc saberia me dizer se esse conselheiro é são-paulino?
    Tenho minhas dúvidas.
    De qualquer maneira, notamos que o Leco está completamente descontrolado e perdido.Tempos Nebulosos.

    • Uma vez eu disse que ele era santista. Aliás, é bom que se diga, ele é suplente e assumiu a vaga do Rodrigo Gaspar, que se licenciou para assumir a diretoria executiva administrativa. Ele me chamou para briga nas redes sociais. Eu não respondi. Um dia me encontrou no vestiário do clube, me abraçou, disse que nunca brigaria comigo e jurou de pés juntos que nunca foi santista e que era são-paulino. Fico com a palavra dele, pois não posso provar nada em contrário.

    • Sim, se comprovado – até agora ouvi várias versões – cabe impeachment. Seria fato idêntico ao que ocorreu entre Carlos Miguel Aidar e Ataíde Gil Guerreiro.A diferença é que o Aidar já não era mais presidente quando foi julgado, portanto maioria simples. No caso de Leco, como presidente, são necessários 2/3 dos votos dos conselheiros. Mas, repito, existem algumas versões e, entendo, é necessária uma apuração profunda do ocorrido.

  3. Mauad;
    A primeira providencia; Ir a delegacia e fazer BO bem detalhado, sem partidarismo
    para não deixar lacuna para o Leco. Depois, convocar reunião com a diretoria
    e mostrar o BO;O resto, o regulamento vai dizer.
    Tomara que a nova diretoria, tenha o MAC como um dos bons!!!!!
    Peça para o Moro fazer um biquinho para levar o Leco para Curitiba !!!!!
    Acho ate que tem % na multa do RC.

    • Não presenciei. Tomei conhecimento pela matéria da ESPN e apenas a reproduzi. Conversei com várias pessoas. Ao que parece, procede sim. Mas sugeri a alguns conselheiros que me procuraram para chamar os dois e apurar os fatos. Tem que ser confirmada a agressão e o que a motivou. Confirmadas, que sejam levados à Comissão Disciplinar.

  4. O que será que o Leco vai fazer amanhã, ontem acabou com a moral do Rogério Ceni, que deu o troco e disse que dizendo “não confie em cabelos brancos pois canalhas também envelhecem”, hoje agrediu um conselheiro, pela primeira vez na história um Presidente faz isso no clube , então o que podemos esperar dela amanhã?
    Será que será homem suficiente para ir na CBF reclamar do roubo descarado de hoje, será que vai se demitir e deixar o São Paulo em Paz?
    Aguardem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.