Juvenal visita vestiários, campos e não sai de Cotia

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, tem a fama de ser autoritário e de sempre estar à frente das decisões que toma no futebol. Durante esta semana, ele inflou ainda mais sua reputação ao vivenciar o dia a dia do clube, visitar os vestiários, acompanhar os treinamentos em campo ou caminhar pelo hotel em que os atletas estão concentrados.

Desde segunda, o dirigente foi para o Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia, todos os dias. Ele não dorme por lá, mas sempre marca a presença. Logo no primeiro dia ele recepcionou os atletas com uma breve reunião no vestiário, motivando o grupo, mas também mostrando que estaria por ali sempre que pudesse.

Na última quinta-feira, ele apareceu para a imprensa pela primeira vez. O presidente entrou no gramado, conversou por mais de 20 minutos com Milton Cruz, auxiliar de Ney Franco, e também com alguns outros funcionários do clube. Enquanto isso, o treinador se reuniu com o diretor de futebol, Adalberto Baptista.

Os dirigentes querem mostrar que ninguém está imune à crise. Apesar de não afastar ninguém do time titular, Juvenal mostrou no discurso que pode vender qualquer um, desde que a proposta seja boa.

Quando elaborou a lista dos sete reservas que seriam dispensados pelo clube, o dirigente fez questão de ir até o vestiário para anunciar os nomes dos escolhidos (Cortez, Fabrício, Henrique Miranda, Cañete, Wallyson, Luiz Eduardo e João Filipe). Depois, levou Ney Franco até a sala de imprensa para que o técnico pudesse dizer que a decisão não foi “draconiana”.

O São Paulo foi para Cotia para tentar esquecer um pouco as turbulências que viveu com as duas eliminações seguidas, no Paulista, para o Corinthians, e na Libertadores, para o Atlético-MG. Entre os jogadores, a medida parece ter dado certa. As brincadeiras são constantes durante o treinamento.

Lucão, Lucas Evangelista, Diego e Allan, recém-promovidos pela comissão técnica, já se mostram entrosados com os demais, especialmente com outros atletas que também já passaram por Cotia.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*