Juvenal decide não punir Luis Fabiano por expulsão

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, decidiu não punir o atacante Luis Fabiano pela expulsão na partida contra o Tigre pela primeira final da Sul-Americana. Segundo o mandatário, o camisa 9 já imprimiu uma punição a si próprio.

“O Luis já está se condenando, se autoflagelando, depois do que ele fez. Isso já é um castigo”, disse Juvenal no desembarque da delegação do São Paulo em Guarulhos na noite desta quinta-feira.

Luis Fabiano desfalcará o São Paulo no jogo de volta no Morumbi por ter sido expulso de forma infantil na partida de ida na Argentina. Aos 13min do primeiro tempo, o camisa 9 se descontrolou e tentou desferir um chute no zagueiro Donatti, que também foi excluído de campo, mas por simular que foi agredido pelo são-paulino.

Luis Fabiano não quis falar com a imprensa, mas recebeu o apoio de cerca de 30 torcedores do São Paulo que foram ao desembarque para apoiar o Tricolor em busca do título da Sul-Americana.

Fonte: Uol

Um comentário em “Juvenal decide não punir Luis Fabiano por expulsão

  1. Quem diria hein? JJ tão autoritário, praticamente um ditador, está indo no mesmo caminho de Patrícia Amorim no Flamengo ao permitir lambanças e proporcionar regalias a Ronaldinho Gaúcho, Wagner Love e Adriano. Anotem o que digo, do jeito que vai, Luiz “Mauricinho” Fabiano ainda vai trazer mais problemas à equipe e também ao técnico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*