Juntos após três jogos, Lucas e Luis Fabiano testam ‘poder de fogo’ em decisão ante o Coritiba

Lucas e Luis Fabiano representam as esperanças ofensivas do São Paulo para a semifinal contra o Coritiba pela Copa do Brasil. A dupla, que volta a jogar junta após três jogos, testará a partir desta quinta-feira seu ‘poder de fogo’ em duelos decisivos na temporada.

A dupla de ataque do São Paulo atuou junta pela última vez no empate por 2 a 2 contra o Goiás pelas quartas da Copa do Brasil. Desde então, foram dois jogos em que Lucas esteve ausente por causa da seleção brasileira (vitória contra o Bahia e derrota para o Inter), e uma partida que Luis Fabiano não atuou por estar suspenso (triunfo ante o Santos).

O técnico Emerson Leão aposta suas fichas no entrosamento na dupla para melhorar o rendimento do ataque do São Paulo, que deixou de ser efetivo justamente nas últimas três partidas, com apenas dois gols marcados no período.

Só que Lucas e Luis Fabiano têm que lutar contra a fama cravada pela torcida de não serem preponderantes em momentos decisivos com a camisa do São Paulo. Os dois ainda não conquistaram títulos juntos pelo Tricolor, e admitem que existe esta lacuna na biografia que construíram no clube.

“Sei do patamar que eu alcancei. Vou ser sempre cobrado pelos jogos decisivos, preciso disso. Vou entrar com a cabeça tranquila para sempre ajudar o Tricolor, independente de ser uma decisão ou não”, justificou Lucas.

Um dado alentador para o torcedor do São Paulo é o ótimo desempenho histórico de Luis Fabiano quando atua no Morumbi. O Fabuloso tem 78 gols marcados em 87 partidas, o que dá a boa média de 0,89 gol/jogo.

Lucas ressaltou também algo que pode favorecer dentro de campo: a amizade da dupla fora dos gramados. Os dois dividem quarto durante a concentração, e Luis Fabiano faz o papel de conselheiro para os mais diversos assuntos, incluindo dinheiro e vida pessoal.

“A gente brinca bastante, é praticamente um irmão. Converso sempre com ele, que me dá conselhos na vida pessoal e me ajuda bastante”.

Mistério no Coritiba

Enclausurado em um resort com segurança reforçada na cidade de Atibaia-SP, o Coritiba é só mistério antes do primeiro jogo com o São Paulo. Mantendo o seu estilo, o técnico Marcelo Oliveira deu poucas pistas do time que irá escalar.

Uma das dúvidas do treinador está na lateral-direita, onde Jonas pode retornar no lugar de Ayrton. Tcheco, que está recuperado de uma lesão na panturrilha, vem treinando normalmente e deve reaparecer como segundo volante, ao lado de William. Sergio Manoel também não tem presença certa na partida.

SÃO PAULO X CORITIBA

Data: 14/6/2012, quinta-feira
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Márcio Eustaquio Santiago (MG)

SÃO PAULO
Denis; Douglas, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Casemiro, Cicero e Jadson; Lucas e Luis Fabiano
Técnico: Emerson Leão

CORITIBA
Vanderlei, Ayrton, Demerson, Emerson e Lucas Mendes; Willian, Tcheco, Everton Ribeiro e Lincoln; Roberto (Sergio Manoel) e Everton Costa
Técnico: Marcelo Oliveira

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*