Jucilei aceita proposta salarial e vai assinar contrato com o São Paulo

Jucilei está cada vez mais próximo de permanecer no São Paulo. Na manhã desta quarta-feira, o empresário do jogador, Nick Arcuri, teve uma reunião com a diretoria tricolor e deixou tudo bem encaminhado. Inclusive o acerto salarial, que era uma preocupação, já foi costurado.

Na conversa, o representante do atleta ressaltou o desejo de permanência do camisa 25 e que ele se enquadraria dentro da política salarial do clube. O que ficou acertado é que além dos vencimentos mensais, o atleta teria direito a premiações por metas alcançadas e luvas diluídas pelo tempo de contrato.

Empresáro, jogador e diretoria vão montar nos próximos dias o “Projeto Jucilei”. A meta é transformar o meio-campista em ídolo. O desejo de permanência no futebol brasileiro está reforçado porque Jucilei, no Brasil, mora com os filhos Kauã e Robert, o que não acontece na China. Lá, só ficam com ele um primo e um amigo. Ele tem contrato com o Shandong Luneng até junho de 2019.

O acordo com o atual clube de Jucilei está fechado. Para ficar com o meio-campista de 29 anos, o Tricolor vai desembolsar pouco mais de € 1 milhão (R$ 3,9 milhões). A oferta agradou aos chineses, principalmente porque o Shandong, até o final do vínculo, teria de pagar € 5 milhões (R$ 19,2 milhões) de salários ao jogador.

Dentro de campo, Jucilei se adaptou bem ao meio-campo do São Paulo. Ao lado de Petros, montou uma dupla de volantes de muita qualidade. No total, ele disputou 49 partidas e fez um gol, no empate por 1 a 1 com o Fluminense, no Morumbi, em jogo pelo Campeonato Brasileiro.

Fonte: Globo Esporte

6 comentários em “Jucilei aceita proposta salarial e vai assinar contrato com o São Paulo

  1. Ver comentários que Jucilei e Petros formaram uma dupla de “muita qualidade” é no mínimo jocoso. O meio campo do SPFC durante a temporada, excluindo Hernanes, formado por esses 2 (dois) mais Cueva não deu 1 (Hum) chute siquer à meta adversária de fora da área. Os citados Jucilei e Petros não entram na área adversária nunca. Me parece que os mesmos ficam com enjoo quando tem que fazer isso. O Petros chutou uma bola em gol na temporada (contra o Corinthians), foi se livrar da bola, errou e fez o gol. E o Cueva (jogador de 45 minutos), não chuta pra gol de fora da área, porque nos dá a impressão que não pode com a bola. Enfim é o que temos para 2018!

  2. Uma coisa me preocupa, o salário e o tempo de contrato… 500k a 4 anos de contrato, é isso mesmo???

    Só aí são 24 milhões de reais por um jogador nota 6,5 e olhe lá. Dizem que ainda tem luvas aí, o cara tem 29 anos…

    É assim que se deixa um clube endividado… ele não poderia ganhar mais do que 300k e nada de luvas. E contrato de no máximo 2 anos. Depois analiza a situação, senta e conversa.

    Só se deve fazer contratos a perder de vista com promessas, daquelas quase certas… ou jogador com idade e mercado lá fora… fora isso é ou pode ser tiro no pé!!!

    • Danilo Brida:
      Se fosse uma empresa deles e o dinheiro também, pode ter certeza que, nem diretor nem presidente toparia o negócio! Mas é aquela história: o dinheiro não é de ninguém ou de todo mundo, então… se a torcida está pedindo, por que não? Se daqui há algum tempinho ele voltar pro banco, como esteve nesta temporada, quem vai se importar que o atleta fique recebendo 500tinho por mais 4 anos? Problema de quem estiver no comando do clube!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*