Joia 2013: com ‘selo de Cotia’, João Schmidt está pronto para brilhar

Poucos clubes no futebol brasileiro dão a importância necessária às categorias de base. Um dos que mais se destacam é o São Paulo, que tem no CT Laudo Natel, em Cotia, um quartel general de primeira para criar craques. Foi de lá, por exemplo, que saiu o zagueiro Breno, vendido em 2007 para o Bayern de Munique por US$ 19 milhões (cerca de R$ 40 milhões) e que hoje está preso por colocar fogo em sua casa. Do mesmo local, surgiu a joia Lucas, que acabou se despedir do Tricolor com o título da Copa Sul-Americana. Seu destino será o Paris Saint-Germain, clube que desembolsou incríveis R$ 117,6 milhões para contratá-lo.

A fila na base anda e a grande aposta de dirigentes e membros da comissão técnica é o volante João Schmidt, de 19 anos. Canhoto, tem bom poder de marcação, mas se destaca mesmo com a bola nos pés. Tem facilidade para dar lançamentos e possui um ótimo chute de fora da área.

O garoto subiu para o time profissional no segundo semestre do ano passado pelas mãos de Ney Franco, que já o conhecia da seleção brasileira sub-20. Após ambientá-lo entre os profissionais, chegou até a escalá-lo como titular em uma partida do Campeonato Brasileiro. Foi na derrota por 1 a 0 para o Vasco, no Morumbi, no dia 18 de julho. Apesar do tropeço, o treinador gostou do que viu, tanto que incluiu o menino na lista dos 25 inscritos para a Copa Sul-Americana.

– O Ney Franco tem me ajudado muito. Na seleção sub-20, me deu a oportunidade de ser o seu capitão. Aqui no São Paulo, foi o responsável pela minha estreia na equipe profissional. Acredito que tenho a confiança dele e surgirão oportunidades – afirmou o garoto.

Espaço certamente não faltará para a jovem promessa mostrar serviço. Ele iniciará o ano disputando a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Depois, voltará imediatamente ao time profissional, que terá um extenso calendário em 2013: Campeonato Paulista, Taça Libertadores da América, Campeonato Brasileiro, Recopa Sul-Americana e Copa Sul-Americana. Pelo planejamento traçado, a equipe principal será guardada no início do ano para o torneio continental. Logo, a primeira chance deverá surgir logo no estadual.

– Espero primeiro fazer uma boa Copa São Paulo para aí sim me firmar de vez na equipe profissional. Como teremos muitos campeonatos pela frente, todos terão a chance de jogar – ressaltou.

Com estilo de jogo refinado, João Schmidt não hesita para apontar quem é o melhor jogador que ele viu jogar.

– Sem dúvida, gosto muito do Zidane (meia francês que está aposentado). Ele era craque no que fazia. Hoje gosto muito do Pirlo (volante italiano que atua no Juventus, da Itália) e do Busquets (espanhol que joga no Barcelona) – disse o jogador.

Ney Franco não tem dúvida do potencial do garoto.

– Sem dúvida, tem muita qualidade. Conseguiu disputar alguns jogos nesse ano que acabou e vai lutar pelo seu espaço em 2013. É um jogador de enorme futuro – elogiou o comandante são-paulino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*