Jogadores do São Paulo exaltam posse de bola em vitória contra o Inter

Apesar da estreia do atacante Rogério, o torcedor são-paulino tinha mais motivos para lamentar do que para celebrar antes da partida contra o Internacional, na noite deste sábado, no Morumbi. Com onze desfalques, incluindo o capitão Rogério Ceni, o treinador Juan Carlos Osorio precisou mexer os pauzinhos para armar um time competitivo contra o Colorado. E conseguiu. Com domínio da posse de bola, o Tricolor venceu por 2 a 0 e colocou-se definitivamente na luta por um lugar no G4.

– Futebol cada dia é uma surpresa. Teve o exemplo do Goiás, que nos surpreendeu aqui. O Inter tem muitos jogadores experientes. Estamos passando por problemas de desfalques, fomos com o que tínhamos e conseguimos impôr nosso ritmo e somar mais três pontos – afirmou o zagueiro Edson Silva.

Em noite do estreante Rogério, que atuou bem e marcou o primeiro gol  do jogo, um dos pontos mais comentados pelos jogadores do São Paulo foi o controle da bola. O Tricolor esteve com a redonda no pé durante 60% do jogo. Com agressividade, o time paulista chegou bem ao ataque e soube conduzir a partida da maneira em que Osorio aprecia: bola no pé e passes certeiros.

– Conseguimos ficar bastante com a posse de bola, criamos oportunidades. Foi muito bom. Estamos trabalhando para conseguir resultados – destacou o volante João Schmidt, que entrou no lugar de Rogério, a estrela da partida, aos 27 minutos do segundo tempo.

Outro atleta que também elogiou a postura são-paulina foi o meia Michel Bastos, autor do segundo gol  do Tricolor, que selou a 11ª vitória do clube no Brasileirão-2015.

– Tenho marcado e ajudado a equipe. Mas não só eu, todo mundo. Tivemos paciência, temos qualidade técnica, então tendo a posse de bola, as oportunidades aparecem – finalizou Michel.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*