Intensidade e cobranças marcam treino tático do São Paulo

O técnico Rogério Ceni abriu, neste sábado, pela primeira vez, o trabalho tático do São Paulo na pré-temporada que a equipe faz nos Estados Unidos. O cronograma inclui, além do período de treinos, a disputa do Torneio da Flórida.

O elenco foi dividido em dois times. O grupo com colete começou, sob o esquema 3-4-3, com a seguinte escalação: Sidão; Breno, Rodrigo Caio e Maicon; Bruno, Araruna, Thiago Mendes e Buffarini; Wellington Nem, Chavez e Luiz Araújo. Depois, Foguete ocupou a vaga de Bruno.

A equipe sem colete jogou com Denis; Wesley, Lugano, Lucão e Júnior Tavares; Wellington, Cicero, João Schmidt e Cueva; Neilton e Gilberto.

Os dois goleiros jogaram em ambas as equipes. O que chamou a atenção foi a intensidade do treino. Rogério Ceni se manteve próximo a cada lance, corrigindo os atletas. A cobrança entre os próprios jogadores também foi forte. Chavez se irritou com Luiz Araújo em duas oportunidades, nas quais o garoto errou jogadas de contra-ataque por individualismo.

– O próprio Rogério estava dizendo, tudo está começando, pré-temporada, ele está novo como treinador, foi estudar lá fora. Ele está com a ideia lá de fora, isso é muito bom. São jogadas rápidas, pegadinhas. Isso é muito importante. É como ele disse, é uma hora de treino, mas com intensidade forte – comentou o zagueiro Breno, sobre a atividade.

No time sem colete, que depois contou com as entradas de Douglas e Shaylon nas vagas de Lugano e Gilberto, os destaques foram Neilton e Cícero. O meio-campista fez um belo gol após jogada iniciada por Cueva, com assistência de Júnior Tavares.

Ceni também demonstrou interesse especial na saída de bola dos defensores na primeira parte do treinamento. O técnico exigia que a bola passasse pelo meio-campo antes de o ataque ser acionado e cobrava velocidade.

Neste domingo, às 13h (horário de Brasília), o São Paulo faz amistoso contra o Boca Ratón. O Tricolor estreia no Torneio da Flórida na próxima quinta-feira, dia 19, contra o vencedor do duelo entre Millonarios (Colômbia) e River Plate (Argentina) marcado para este domingo.

Fonte: Globo Esporte

4 comentários em “Intensidade e cobranças marcam treino tático do São Paulo

  1. Eu gosto muito dessa zaga, o Sidão é um alívio para a torcida e eu sinto que há peças para se montar um ataque mais produtivo. Agora, essa linha média com Bruno, Araruna, TM e Buffarini não dá.

  2. Que esta empolgação dos jogadores se transforme em garra, vontade e entrega dentro de campo.
    Espero tb que a diretoria se esforce mais pra trazer algumas peças que ainda faltam neste time.
    O Rogério certamente fará um bom trabalho com competência, mas não fará milagres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*