“Infelizmente não temos um meia para substituir o Ganso”, diz Rodrigo Caio

A ausência de Paulo Henrique Ganso no empate sem gols do São Paulo contra a Chapecoense, na quinta-feira à noite, no Morumbi, foi a principal causa apontada para a má atuação do Tricolor. Apático e sem criatividade, o time de Juan Carlos Osorio praticamente não teve chances claras de gol. Sem o camisa 10, com dores no joelho direito, o colombiano improvisou Wesley e Carlinhos como armadores. Não deu certo.

Ainda assim, o resultado levou o time de volta ao G4, com 42 pontos, graças à derrota do Flamengo por 2 a 0 para o Coritiba, em Brasília.

Desde a venda de Boschilia para o Monaco, da França, o Tricolor não tem outro armador de ofício no banco de reserva. A deficiência no elenco foi apontada no passado recente por Rogério Ceni e endossada por Rodrigo Caio.

– O Ganso faz muita falta. É um jogador que segura a bola e tem a facilidade de deixar na cara do gol. O Luis (Fabiano), sem um meia por trás, sente dificuldade. Hoje (quinta-feira) deu para ver bem. Recebeu pouquíssimas bolas. Temos um bom elenco. Infelizmente não temos um meia para substituir o Ganso quando ele não joga, mas temos atletas de qualidade. Esse não é o grande motivo do empate, mas sim a grande marcação da Chapecoense. Agora é pensar no Avaí – afirmou Rodrigo Caio.

Osorio tem à disposição no elenco os meias Michel Bastos, escalado nos últimos jogos como atacante pela direita, e Daniel, jogador de lado de campo que estreou pelo São Paulo no dia 2 de setembro, contra o Joinville. O atleta ex-Botafogo se recuperou de uma grave lesão no ligamento do joelho direito, motivo pelo qual ficou praticamente um ano parado.

Agora, a esperança é pelo retorno de Ganso contra o Avaí, no domingo, na Ressacada, em Florianópolis. Michel Bastos e Luis Fabiano, suspensos, são desfalques. Os zagueiros Breno (entorse no tornozelo esquerdo) e Luiz Eduardo (edema ósseo no joelho esquerdo), o volante Hudson (dores musculares) e o atacante Wilder (dores musculares) foram desfalques diante da Chapecoense. O centroavante Alan Kardec segue em processo de recondicionamento físico após cirurgia.

 

Fonte: Globo Esporte

2 comentários em ““Infelizmente não temos um meia para substituir o Ganso”, diz Rodrigo Caio

  1. Pode ate nao ter igual ao Ganso, mas e o tal de daniel? pq nao coloca pra jogar? e tb se nao tem pq improvisar 2 jogadores que sao ruins para serem meias, é muita burrice, e mais burrice colocar o LFP para jogar de titular e mante-lo 90 minutos sendo um cone la frente e tomando cartao amarelo de novo, se Osorio nao abrir o olho ele nao vai precisar pedir conta e ir embora para dirigir a selecao mexicana vao sair com ele rapidinho, pq jogador quando ve que tem esses injustiças no time pode ter certeza os jogadores queimam treinador facil.

  2. Se esse Daniel não for escalado pra jogar, ninguem vai ficar sabendo do potencial do cara, sera que joga menos que Wesley?
    Osorio, para de mimimi, pq vc não conhece jogador brasileiro, jaja eles tomam conta de vc e o pé na bunda vem rapido.
    Osorio, se vc quer saber se jogador derruba tecnico é só ir na Band e perguntar para o Neto, ele vai te falar a verdade, como ja disse muitas vezes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*