Hudson lamenta time argentino tão fechado, mas ainda crê em vaga

Pouco depois de perder pela primeira vez no Morumbi sob o comando de Diego Aguirre, levando 1 a 0 do Colón, Hudson, capitão do São Paulo nesta quinta-feira, expôs confiança para vencer no dia 16, fora de casa, e prosseguir na Copa Sul-Americana. Mas a capacidade defensiva do time argentino foi ressaltada pelo volante.

– Futebol tem isso. Vimos o exemplo do Santos contra o América-MG (1 a 0 para os mineiros, na Vila Belmiro). Acho que nunca pegamos uma equipe tão fechada como hoje. Mesmo assim, criamos muito mais do que eles, e eles tiveram a felicidade em um chute de fora da área. Mas a diferença é pequena, dá para reverter – apostou o camisa 25.

O Tricolor teve de abrir mão de seu estilo de deixar a bola com o adversário e frequentou o campo do Colón durante a partida inteira. O gol saiu em uma rara oportunidade para o time argentino, aos 34 minutos do segundo tempo, quando Fritzler dominou bola afastada por Bruno Alves e, de fora da área, chutou. A bola desviou em Hudson e balançou as redes.

– Foi completamente o contrário (do que estamos acostumados). Dominamos o jogo, tivemos a posse de bola o tempo todo. Eles se fecharam, não encontramos chances e, quando tivemos, não aproveitamos. Mas a vantagem é pequena e dá para reverter lá na Argentina – insistiu Hudson.

A partida de volta entre Colón e São Paulo ocorrerá no próximo dia 16. Jogando em casa, o time argentino só precisa empatar para chegar às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Como o gol fora de casa conta como critério de desempate, o Tricolor precisa vencer por qualquer resultado que não seja 1 a 0, placar que levaria a disputa para os pênaltis.

No domingo, o São Paulo volta a campo, no Morumbi, para enfrentar o Vasco, às 16h, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time do técnico Diego Aguirre está em segundo lugar na competição nacional e assumirá a liderança se vencer e o Flamengo perder do Grêmio, no Rio Grande do Sul, no sábado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*