Ganso iguala marca histórica de Toninho Guerreiro

A fase artilheira do Maestro Paulo Henrique Ganso rendeu uma marca histórica ao camisa 10. Neste domingo (20), na cidade paulista que é popularmente conhecida pelas ‘grandezas exageradas’, o meio-campista são-paulino balançou as redes e igualou a marca histórica de Toninho Guerreiro: desde 1972, um jogador do São Paulo não anotava uma série de cinco gols em cinco jogos diferentes como titular, sendo único responsável pelos gols do Tricolor a partir do primeiro tento marcado.

Na volta para o segundo tempo no empate com o Ituano (1 x 1) neste final de semana, os anfitriões até assustaram primeiro, mas coube ao São Paulo a missão de inaugurar o marcador. E a tarefa foi de Ganso, que vive grande fase e anda com faro de artilheiro. Aos 16 minutos, Calleri recebeu pela direita de Thiago Mendes e cruzou rasteiro. O camisa 10 apareceu na pequena área, se antecipou à marcação e deu um leve toque na bola para vencer o goleiro Fábio.

A atuação goleadora do armador, mais uma vez, foi enaltecida pelo técnico Edgardo Bauza. “O Ganso tem condições para jogar até muito melhor do que jogou hoje (domingo). E estamos trabalhando para que ele melhore ainda mais de nível e retorne à seleção”, afirmou Patón durante a coletiva de imprensa assim que a bola parou de rolar no interior no embate válido pela décima rodada do Campeonato Paulista.

A série positiva do camisa 10 começou durante a vitória sobre o Mogi Mirim (2 x 0) no dia 1º de março, no Pacaembu. Após Rogério abrir o placar ainda na primeira etapa, Ganso fechou o triunfo são-paulino no segundo tempo e, desde então, tem sido responsável por todos os gols do time. Depois de encarar o clube do interior, o armador balançou as redes novamente na rodada seguinte, contra o São Bernardo (1 x 3), novamente no Estádio Paulo Machado de Carvalho.

Já a ‘terceira vítima’ do meia foi o atual campeão da Libertadores da América, o River Plate-ARG, no empate por 1 a 1 entre brasileiros e argentinos em Buenos Aires, no dia 10 de março. A sequência do armador também contou com o tento anotado pelo São Paulo na partida com o Trujillanos-VEN (1 x 1) na última quarta-feira (20).

Vale lembrar que o clássico contra o Palmeiras (0 x 2) não entra nesta lista pelo fato de Ganso não ter sido titular e o São Paulo não ter marcado gols. É Importante também ressaltar que outros jogadores chegaram a fazer cinco ou mais gols em sequência de jogos similar, mas com ocorrência de gols de companheiros de equipe nas mesmas partidas.

TONINHO GUERREIRO

  • 26/07/1972 – Campeonato Paulista – 1 x 0 Juventus
  • 30/07/1972 – Campeonato Paulista – 1 x 0 Guarani
  • 06/08/1972 – Campeonato Paulista – 1 x 1 Corinthians
  • 13/08/1972 – Campeonato Paulista – 1 x 1 Ferroviária
  • 16/08/1972 – Campeonato Paulista – 1 x 0 Portuguesa

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*