Frustrado com início de ano, Thiago Mendes apoia rodízio no São Paulo

Thiago Mendes seguiu o discurso de Bruno. Um dia após a coletiva do lateral, o volante disse que os jogadores que não estão jogando têm o direito de ficarem “putos”, mas saiu em defesa do método de trabalho de Edgardo Bauza. Para o jogador, titular do São Paulo desde o início do ano, o rodízio feito pelo comandante é essencial.

– Atrapalha um pouco a sequência de ritmo para alguns jogadores. Todos querem jogar tudo, mas acaba cansando. O rodízio que ele está fazendo está sendo essencial para a equipe. Muitos querem jogar, mas só podem 11 na linha – destacou Thiago.

O volante acredita que ainda não é o momento de o treinador argentino dividir o elenco em dois grupos para atuarem em competições distintas.

– Creio que não, mas se o Bauza optar por isso o time tem muitos jogadores bons, peças que estão na reserva e que dão conta do recado. Não tem só os titulares, está todo mundo mostrando futebol para buscar os resultados – explicou.

Ao falar do próprio desempenho neste ano, Thiago Mendes revelou estar frustrado, principalmente pela falta de resultados positivos desde que a temporada começou.

– Sei que posso dar mais de mim, a falta de resultados atrapalhou, mas tenho que mostrar o treinador que estou pronto o tempo todo. Temos jogadores de qualidade no banco de reservas, que querem entrar e tenho que mostrar o tempo inteiro que está à disposição – prometeu.

Se quem não joga tem o direito de ficar insatisfeito, o momento, ao menos, exige união do grupo em busca da recuperação dos resultados positivos.

– Todos têm que entender, até porque só jogam 11. Quem não está jogando tem que ficar puto, tem que ficar de cara feia, mas isso tem que ser demonstrado dentro de campo. Temos que nos fechar. Quando perdemos na Libertadores, o grupo se desmotivou. Vamos buscar todos os jogadores, deixar o astral lá em cima e não se abater – completou Thiago Mendes.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Frustrado com início de ano, Thiago Mendes apoia rodízio no São Paulo

  1. Peço desculpas ao senhor Paulo pontes e a todos por fugir um pouquinho do tema futebol.

    Hoje é um dia histórico no Brasil um ex presidente fui conduzido ate a policia federal para depor .

    viva a democracia!

    Pra sempre soberano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*