Fora da Libertadores, elenco tricolor ficará 17 dias sem jogar

Eliminado do Paulista e agora também da Copa Libertadores – devido à derrota desta quarta-feira por 4 a 1 para o Atlético-MG, no Independência -, o São Paulo ficará mais de duas semanas sem entrar em campo. O próximo compromisso será no dia 26, diante da Ponte Preta, em Campinas, pela estreia do Campeonato Brasileiro.

Ainda que tivesse avançado, o elenco teria mais de uma semana livre, mas voltaria a atuar provavelmente no dia 22, pela ida das quartas de final do torneio sul-americano, contra Palmeiras ou Tijuana (México), os quais entrarão em campo na terça-feira, na capital paulista, já sabendo que o adversário seguinte será o Atlético.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Jogadores só voltam a atuar no dia 26

Não fosse pelo motivo que é, os 18 dias sem partidas oficiais seriam bem-vindos. Desde o começo do ano, a comissão técnica lamenta ter tido que estrear rapidamente, em 19 de janeiro, na fase preliminar da Libertadores. Por conta disso, os trabalhos na pré-temporada mesclavam ainda mais atividades técnicas e físicas.

 

Nas contas da diretoria, há dívida de dez dias de férias para o grupo, as quais serão tiradas na pausa do calendário para a disputa da Copa das Confederações, em junho.

Segundo a programação divulgada pelo clube, os jogadores retornam a São Paulo na tarde desta quinta-feira e se reapresentam aos treinamentos na manhã do dia seguinte. Como a equipe foi eliminada também das finais do Estadual, no sábado e o domingo o elenco terá folga coletiva.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*