Foguete: “A geração 96 é sensacional”

Querido por todos do elenco, Wellington Cabral, mais conhecido como Foguete, foi o jogador da Era Cotia que mais vezes vestiu a camisa Tricolor. O lateral esteve em campo em 129 oportunidades desde a sua chegada em 2013, conquistando nada menos que nove títulos pela base. Formado com excelência, o lateral fez questão de ressaltar as conquistas da Geração 96 dentro e fora de campo, além de agradecer ao São Paulo, pelo acolhimento e ensinamentos nos últimos anos.

Após a final do Campeonato Paulista Sub-20, em Capivari, que o São Paulo se sagrou campeão, Foguete, Kal, Tormena, Araruna, Júnior, Gabriel Rodrigues, Pedro Bortoluzo, Auro e Artur não poderão atuar mais pela base, atingindo a idade limite, tornando os atletas profissionais.

Foi assim, com mais um título que a geração se formou, recebendo inclusive diploma e camisa com o selo “Made In Cotia”, por todos serviços prestados desde a chegada de cada um. Foi um grupo extremamente vitorioso. De 2013 até dezembro de 2016, somaram nove títulos:

Future Cup (etapa do Brasil), Weifang Cup e Copa do Brasil Sub-17 (em 2013), além dos seis títulos mais recentes do Sub-20: Copa do Brasil (por duas vezes, 2015 e 2016), Copa Ouro, Copa RS, ambos em 2015, e Copa Libertadores da América e o Campeonato Paulista 2016.

Títulos esses, que Foguete esteve presente em todos, podendo dizer, melhor que ninguém, o que representou o grupo para ele e para o São Paulo FC. “A geração 96 é sensacional. Nunca trabalhei com um grupo de pessoas com essa alegria e humildade, é uma felicidade imensa poder participar de um grupo como esse. Sentirei muita falta deles, espero poder jogar com alguns deles em breve ou no futuro, porque o que criamos aqui será difícil ter de novo”, contou

“São muitas pessoas envolvidas, um carinho enorme, levarei eles para o resto da minha vida, pelo carinho que tiveram comigo, o jeito que me receberam no São Paulo e pela liberdade que tínhamos. É torcer para que todos joguem no São Paulo ou outro grande clube. Desejo sorte para todo mundo e sentirei saudade de todos”, emendou.

Sobre a formatura e sua passagem pelo São Paulo, Foguete agradeceu. “A formatura representou muito para mim, a formação é a base de um atleta. Desde quando eu cheguei ao São Paulo, em 2013, muitas coisas boas aconteceram. Me sinto muito honrado em ter sido formado por esse clube. Aprendi muitas coisas, foi ótimo ter vindo para o Tricolor. Quando me fizeram a proposta, não pensei duas vezes, pois Deus me colocou no lugar certo. Fui recebido muito bem por todos, me senti em casa desde a primeira semana e serei sempre grato por tudo, principalmente pela formação e aprendizado diário”, finalizou.

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*