Flu aceita pagar parte do salário de Cícero no São Paulo por dois anos

O São Paulo está muito perto de anunciar mais um reforço para 2017. Para atender ao pedido do técnico Rogério Ceni, o clube pretende fechar contrato de dois anos com o meio campista Cícero.

O Tricolor paulista contou com o apoio do Fluminense para entrar em acordo com o jogador. O clube carioca tem vínculo com o atleta até o fim de 2017. Mesmo assim, o Fluminense se colocou à disposição para pagar parte do salário do jogador nos próximos dois anos.

Desta maneira, o time carioca poderia quitar as dívidas que têm com o atleta. Por outro lado, o jogador poderá manter os seus vencimentos sem ultrapassar o teto de R$ 350 mil imposto pelo São Paulo. A ideia dos clubes é que a transação seja formalizada nos próximos dias.

O único entrave é a autorização do empresário Eduardo Uram, que ainda não aceitou abrir mão de sua comissão.

Até o momento, Cícero ainda não foi inscrito na lista de jogadores que vão disputar a Florida Cup, nos Estados Unidos, em janeiro. Porém, não está descartada a possibilidade de ele ser inserido no elenco e participar da pré-temporada.

Cícero jogou no São Paulo entre 2011 e 2012 e deixou boa impressão para o ex-goleiro e futuro técnico Rogério Ceni. No total, disputou 92 partidas pelo Tricolor e marcou 16 gols.

Até o momento, o São Paulo contratou o goleiro Sidão e os atacantes Wellington Nem e Neilton para 2017. Por outro lado, o time não conta com Michel Bastos, Carlinhos, Hudson, Mena, Kelvin, Ytalo e o goleiro reserva Léo.

 

Fonte: Uol

3 comentários em “Flu aceita pagar parte do salário de Cícero no São Paulo por dois anos

  1. Eu não acredito que o Rogério Ceni está agindo com isenção neste caso!
    A situação do Cícero é a mesma do Michel Bastos; do Wesley; do Carlinhos e tantos outros; erros que, também no passado, tiraram muito dinheiro do clube e deram muita dor de cabeça aos treinadores e diretoria de futebol. Houve aquele evento com o Ney Franco, quando o goleiro tentou inserir o Cícero como atacante e gerou a saída do treinador, e, agora, parece que o RC quer provar (a quem?) que poderia ter dado certo. Se o jogador fosse tudo isso, jamais o Flu aceitaria sua saída e, ainda pior, pagando parte de seu salário. Continuo crítico quanto à essa contratação. Tem tudo para dar errado e pode ser mais um penduricalho na folha salarial (justo agora que conseguiram nos livrar do Bastos e do Carlinhos). Muitos técnicos cometem erros por usar o coração ao invés da razão – tipo o acontecido com o Murici/Carlinhos/Bruno: o RC deveria se atentar pra isto…

  2. A esmola do Flu deve deixar o Santo Paulo, no mínimo. desconfiado. Talvez seja a repetição do caso “Carlinhos Pé-na-cova”. Eles se livram de um “problema”, empurrando-o, mais uma vez, para o São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*