Fernando Diniz critica previsão de Brasileirão em agosto

O técnico Fernando Diniz, do São Paulo, criticou a decisão da CBF de estimar o início do Brasileirão para os dias 8 e 9 de agosto, em meio à pandemia de Covid-19. Ele vê desvantagem para os clubes paulistas em relação às equipes que retornaram antes aos treinos. Essa previsão contrariou os grandes do estado.

– Eu acho injusto (voltar nos dias 8 e 9 de agosto). Acho ruim para o futebol. Acho que o Brasil como país, como unidade, tem que fazer um campeonato que seja mais justo. Porque é uma desigualdade grande se tem uma equipe treinando mais tempo do que você. E por que nós estamos treinando há menos tempo? Porque os clubes de São Paulo fizeram o correto de seguir as ordens governamentais das entidades de saúde para seguirmos o protocolo. E seguimos. Então os quatro clubes de São Paulo não podem ser penalizados pelo certo, porque de alguma forma já vai sair atrás. Quanto mais cedo você voltar, mais penalizados os times de São Paulo vão ser – disse Fernando Diniz, em entrevista exclusiva.

O São Paulo começou a fazer os testes clínicos, físicos e fisiológicos nesta semana no CT da Barra Funda. A programação de avaliações vai até este sábado. Os treinamentos foram autorizados pelo poder público a partir do dia 1º de julho.

O Flamengo, por exemplo, voltou a treinar no dia 18 de junho e atuou contra o Bangu na semana passada, pelo Campeonato Carioca. A próxima rodada do estadual do Rio de Janeiro está marcada para este fim de semana.

– Acho que o Campeonato Brasileiro tem que esticar o máximo que der para o Campeonato Paulista também não ter que ser imediato, tem que esticar. Porque a gente ficou 100 dias parado. Como vamos conseguir voltar a jogar sem no mínimo um mês de preparação adequada? Se na Alemanha eles prepararam com todo o cuidado, foi um país que sofreu pouco com o coronavírus e são lesões em cima de lesões. E só teremos esse tempo para treinar, porque depois vai ser jogo em cima de jogo até fevereiro. Então temos de pensar no bem estar do jogador, porque pensar no bem estar do jogador é pensar no bem estar do futebol. É pensar no bem estar do torcedor, para você poder ter um futebol minimamente de qualidade e um pouco mais equilibrado. Não é questão de você exigir uma coisa que não tem sentido. O que não tem sentido é querer voltar de uma forma acelerada e muito atabalhoada – criticou Diniz.

– O pior espero que já tenha passado. Temos que tentar voltar de maneira adequada, porque já vai ser um campeonato, principalmente no seu início, desequilibrado. Porque os times que estão treinando há mais tempo tem uma vantagem muito clara. Então temos que, pelo menos agora nesse momento, diminuir essa desvantagem competitiva que já está aí – afirmou Diniz.

O GloboEsporte.com está em contato com a CBF, que ainda não se pronunciou. Quando houver uma resposta, esta reportagem será atualizada.

 

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Fernando Diniz critica previsão de Brasileirão em agosto

  1. Observando com atenção a postura do SPFC nessa situação. Tomara que o Leco mostre alguma firmeza e pressione para postergar o início do Brasileirão, obrigação dele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.