Federação põe Corinthians e SP no sábado e Palmeiras e Santos no domingo

A Federação Paulista de Futebol anunciou nesta quinta-feira as datas e locais dos jogos das quartas de finais do Estadual. A entidade definiu que o Corinthians x Ponte Preta será no sábado, na Arena em Itaquera, às 16h20, mesmo dia de São Paulo x Red Bull, no Morumbi, 18h30.

A Rede Globo transmitirá ao vivo a partida entre Corinthians x Ponte Preta.

No domingo, Palmeiras e Botafogo se enfrentam no Allianz Parque, 11h, e o Santos recebe o XV de Piracicaba, na Vila Belmiro, às 16h. A diretoria alviverde recebeu bem a notícia do duelo às 11h.

“É uma questão de bom senso por parte da Federação, que possibilitou a todos os clubes grandes jogarem em seus estádios. Haverá um problema público (manifestação), o Palmeiras vai colaborar e tenho certeza que a torcida vai nos prestigiar”, disse o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos.

A diretoria do Santos também saiu satisfeita. “Para nós não tem problema jogarmos domingo às 16h. É bom”, resumiu Modesto Roma, presidente do Santos.

A decisão de marcar Corinthians x Ponte para sábado foi bem recebida no Parque São Jorge. Inicialmente, foi cogitada a possibilidade de a partida acontecer às 11h de domingo.

“Estamos, em termo de horário, muito mais felizes. Não gostaríamos de jogar às 11h. O jogo do sábado em termo de preparação é muito melhor. Estamos contentes com a decisão, com todos os critérios que foram utilizados hoje”, comentou o gerente de futebol Edu Gaspar, que representou o clube na reunião.

“Não dá para se alimentar direito, o nível de concentração é menor. Não dá, não dá. Se tiver que jogar, vou fazer o quê? Mas não é o ideal. Não é”, reclamou Tite na quarta-feira.

A Federação Paulista marcou Palmeiras x Botafogo para a manhã em virtude do protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff, que ocorrerá também nas ruas de São Paulo. Agendar a partida simultaneamente à manifestação geraria riscos e comprometeria o efetivo da polícia militar, frisa a entidade.

De acordo com o promotor Paulo Castilho, a Secretaria de Segurança e o Ministério Público entenderam que apesar de haver jogos de Corinthians e São Paulo no mesmo dia, essa foi a melhor maneira de firmar os jogos das quartas.

“A tabela foi definida anteriormente com a Secretaria de Segurança de São Paulo, que deu o aval. Dentro do planejamento de segurança, foi a opção que seguiremos”.

O São Paulo seguiu a mesma linha das declarações. “Foi algo pré-estabelecido, respeitamos os pedidos e atendemos a todos os interessados”, pontuou o gerente de futebol, Gustavo Vieira de Oliveira.

A reunião estava marcada para as 11h, mas começou com 45 minutos de atraso. Além da definição das datas, o encontro também serviu para estabelecer a divisão da renda. A divisão será metade para cada clube.

As quartas de finais do Paulistão serão disputadas em apenas uma rodada. Se houver empate no tempo normal, a decisão será levada para as penalidades.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*