Exposto, São Paulo tenta acertar o pé para evitar sobrecarga na zaga

Ricardo Gomes pediu um mês para acertar o São Paulo, mas já terá de lidar com alguns problemas da equipe rapidamente. Um deles é a ineficiência do ataque. Nas últimas rodadas, o Tricolor vem conseguindo criar chances de gols, mas não consegue acertar o pé na hora de concluir. Os erros vêm refletindo em todos os setores.

Ricardo Gomes São Paulo (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)Ricardo Gomes tem missão de fazer ataque funcionar (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Sem conseguir balançar as redes, o time do Morumbi tem se desorganizado em campo. A derrota para o Botafogo, na última rodada, foi um exemplo disso. Ao se mandar para o ataque, o Tricolor passou a abrir espaços na marcação, deu o contra-ataque aos cariocas e foi castigado com um gol já nos acréscimos do segundo tempo (assista ao vídeo acima).

Na última quarta-feira, Lyanco foi o escolhido para conceder entrevista coletiva. O zagueiro, que ganhou vaga no time titular nos últimos dois jogos, elogiou o trabalho de Ricardo Gomes, mostrou confiança para corrigir os problemas e comentou sobre a forma de jogar do setor defensivo.

– Muitos falam que é culpa da zaga, mas não é. É a equipe toda. No jogo todo de domingo, só deu São Paulo, posse, finalização, mas o Botafogo também teve mérito, fez a jogada pela esquerda, conseguiu o gol. Mas isso já passou, sempre vai ter algo a melhorar, então vamos pensar no próximo jogo – disse Lyanco.

Ainda no domingo, logo após o apito final, Maicon também falou sobre o problema. O parceiro de Lyanco na zaga não quis apontar culpados, mas fez o alerta.

– Não podemos deixar uma equipe que teve um ou duas chances claras fazer um gol no fim. A gente se expõe, tenta e não consegue marcar, agora é trabalhar – disse Maicon.

O trabalho de Ricardo Gomes será árduo e, possivelmente, longe dos olhares da imprensa. Nesta quarta, em seu segundo dia nesse retorno ao CT da Barra Funda, o técnico sinalizou que deve fechar as atividades táticas.

Fonte: Globo esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*