Ex-São Paulo, Sandro Hiroshi se torna coordenador de base do Rio Branco

Sandro Hiroshi está de volta ao futebol, mas para  atuar nos bastidores. Aos 36 anos, o ex-atacante foi anunciado como coordenador da categoria sub- 17 do Rio Branco.

Quando profissional, ele teve passagens por vários clubes, entre eles São Paulo e Flamengo, e agora estreia como cartola justamente pela mesma equipe que despontou para o cenário nacional.

– Ele vai estar no comando do sub-17.  Nós escolhemos o Sandro devido ao fato dele já ter trabalhado aqui no Rio Branco há um bom tempo – afirmou o presidente do clube Valdir Ribeiro.

Hiroshi tem história no Tigre e chega para fazer parte do projeto que visa instaurar uma filosofia de jogo em todas as categorias, desde a base até o profissional. O intuito é recuperar a tradição do Rio Branco em revelar novos atletas, além de montar uma equipe para retornar à Série A2 em 2017 após o clube ser rebaixado à terceira divisão do futebol paulista nesta temporada.

Sandro Hiroshi, ex-atacante (Foto: Reprodução EPTV)Rio Branco quer recuperar a tradição de revelar jogadores (Foto: Reprodução EPTV)

 

– O objetivo dessa parceria é fazer uma transição mais tranquila dos jogadores da base para o profissional – completou Ribeiro.

Quando profissional, Hiroshi ficou marcado pelo escândalo de adulteração de idade, descoberto em 1999, quando ele vivia um bom momento pelo São Paulo e era vice-artilheiro do Paulistão. Por cinco anos ele jogou com data de nascimento alterada. Sandro foi julgado e punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e foi penalizado com 180 dias de suspensão.

Após pendurar as chuteiras em 2013, em passagem pelo Tigre, Hiroshi passou a dedicar-se ao tiro esportivo, onde foi campeão paulista da classe B e o vice-campeão brasileiro da classe C.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*