Everton deve ser reforço do São Paulo para clássico

O técnico Diego Aguirre poderá contar com o retorno de uma das peças mais importantes do elenco do São Paulo no clássico com o Corinthians, neste sábado, na casa do adversário. Everton está liberado pelo departamento médico e vai reforçar o Tricolor. Recuperado de estiramento no músculo posterior da coxa esquerda sofrido em clássico com o Palmeiras, no dia 6 outubro, o ponta retoma a rotina de treinamento com o restante do time nesta terça-feira (6), no CT da Barra Funda.

Por já estar à disposição da comissão técnica, o jogador não precisou ir ao Reffis na segunda-feira e pôde folgar, assim como os demais jogadores. Com a volta de Everton, Reinaldo deve voltar a atuar na lateral esquerda. Na última semana, o ponta até chegou a ir para o gramado, mas ainda não tinha condições de enfrentar o Flamengo, no empate por 2 a 2.

Além do cuidado habitual do departamento médico com os atletas, a preocupação para que Everton se recuperasse totalmente não é por acaso. O jogador, de 29 anos, tem histórico de lesões nesta temporada. Contra o Ceará, no dia 26 de agosto, ele sentiu um problema na mesma coxa. Quando já estava apto para atuar, no duelo com o Santos, dia 16 de setembro, entrou em campo e sentiu uma fibrose, também nesta região da perna esquerda, referente a uma lesão de 2015.

A última vez que ele atuou por 90 minutos em uma partida foi na abertura do returno do Brasileirão, no dia 22 de agosto, no empate com o Paraná. Como publicou a De Primeira, até mesmo para que o ponta se sentisse confortável neste processo de recuperação, o clube fez uma aproximação dele com a psicóloga Anahy Couto, que acompanha o time profissional.

Contratado em abril, Everton virou uma referência para o time neste nacional. Ele defendeu a equipe do Morumbi em 23 partidas e marcou cinco gols.

Desfalques de Luan e Rojas

Por outro lado, Aguirre não poderá escalar Luan e Rojas no clássico deste sábado. Na última rodada, contra o Flamengo, o volante sofreu um entorse no tornozelo direito e está sob os cuidados do departamento médico. Nesta segunda, ele já iniciou o trabalho fisioterápico no Reffis e ainda não há uma previsão de quando ele será liberado para jogar.

Já Rojas foi submetido a cirurgia no joelho direito na última semana e só voltará a atuar em 2019. O equatoriano se lesionou no triunfo sobre o Vitória, em Salvador, no dia 26 de outubro.

 

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*