Envolvida em briga judicial, promessa do São Paulo pode ir para Itália

O São Paulo corre o risco de perder o meia Lucas Evangelista, formado nas categorias de base do clube e integrado desde 2013 ao elenco profissional. O Hellas Verona, da Itália, quer o jogador e já apresentou uma proposta.

A situação jurídica do jogador é complicada: ele pertence ao Desportivo Brasil, da Traffic, e estava emprestado ao São Paulo – o acordo terminou em junho. O São Paulo detinha 30% dos direitos, chegou a investir para adquirir mais 30% e estender o vínculo, mas, devido a uma briga judicial, a operação não pôde ser finalizada.

O estafe do jogador tenta, na Justiça, cancelar seu contrato com a Traffic, alegando que este foi assinado quando ainda era menor de idade. Uma decisão anulando o contrato entre o Desportivo Brasil e Lucas Evangelista tornaria nula toda a negociação entre Traffic e São Paulo, deixando o jogador e seu empresário, Wagner Ribeiro, sem vínculo e livres para negociar com qualquer outro clube.

A briga ainda deve demorar para ter um desfecho. Enquanto isso, Evangelista, embora ainda tenha vínculo com o Desportivo, está sem contrato com o São Paulo. O clube do Morumbi e o agente do jogador negociam uma renovação, mas ainda não chegaram a um acordo.

O Verona observa o meio campista desde março e tomou a decisão de tentar a contratação após o Torneio de Toulon, vencido pela seleção brasileira Sub-20 no último dia primeiro de junho – Lucas foi considerado um dos melhores em campo na goleada por 5 a 2 sobre a França, na final.

O clube italiano acaba de negociar o argentino Juan Iturbe com a Roma por 22 milhões de euros, tem dinheiro em caixa e está disposto a investir cerca de 6 milhões de euros em um substituto. Caso não consiga a contratação do brasileiro, tem em Juanfran, do Betis, outra opção.

Desde o começo de julho, Lucas Evangelista não treina mais com o elenco são paulino. A atitude chegou a irritar Muricy Ramalho, mas o jogador compareceu ao CT e conversou com o técnico, para explicar a situação.

Durante a excursão do São Paulo para os Estados Unidos, o meia ganhou oportunidades e elogios de Muricy, mas atuou na lateral esquerda, fora de sua posição de origem.

Caso a ida para a Itália se concretize, o clube do Morumbi, ao menos, embolsará algum dinheiro, já que será indenizado pela participação nos direitos econômicos do atleta.

 

Fonte: Uol

2 comentários em “Envolvida em briga judicial, promessa do São Paulo pode ir para Itália

  1. Mais uma vez acontece isto, o que estamos fazendo de errado, tem que ser revisto isto ou vamos criar jogadores para os empresários levarem do São Paulo sem custo algum, se continuar assim pode fazer um levantamento estamos tomando prejuízo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*