Luis Fabiano volta à Sul-Americana para tentar ser decisivo

Luis Fabiano volta nesta quarta-feira à Copa Sul-Americana após cumprir três jogos de suspensão. É mais uma oportunidade para o centroavante exterminar seu comportamento “dupla face” e ajudar o São Paulo a conquistar a competição continental pela segunda vez.

A resposta tem de vir do Fabuloso do Campeonato Brasileiro. É este o que a torcida espera para esta quarta à noite, a partir das 22h, quando o Tricolor começa as semifinais contra o Atlético Nacional (COL), no Atanasio Girardot, em Medellín.

Na competição nacional, a boa fase de Luis Fabiano é preponderante para o São Paulo ainda brigar pelo título, mesmo com poucas chances. Nos últimos três jogos, contra Vitória (2 a 1), Internacional (1 a 1) e Palmeiras (2 a 0), ele participou de quatro dos cinco gols do time. Fez três, um em cada um jogo, e deu uma assistência contra os baianos, para o amigo Kaká balançar redes. São sete pontos preciosos vindos do protagonismo do camisa 9.

Agora, o que o são-paulino não quer nem pensar é em ver o Fabuloso que costuma dar as caras em torneios sul-americanos. A expulsão contra o Huachipato (CHI), nas oitavas de final, o tirou dos três jogos seguintes. O histórico é o pior possível. No título de 2012 da Sul-Americana, o camisa 9 marcou apenas um gol. Ficou fora da final, algo que ele até hoje lamenta.

A necessidade de mostrar a face do bem cresceu ainda mais porque Alexandre Pato se recuperou de lesão na coxa esquerda e voltou a ficar à disposição. Na Colômbia deve seguir na reserva, mas surge uma ameaça para o Fabuloso.

Enquanto isso, Luis deve seguir no comando do ataque com Ganso, Kaká e Alan Kardec. Um quarteto quase mortal com o 9 bem. Resta saber: qual Fabuloso veremos em Medellín?

DESLIZES INTERNACIONAIS

2003
Na semi da Sul-Americana contra o River Plate (ARG), Luis Fabiano foi expulso e perdeu a disputa de pênaltis.
2012
Novamente na Sul-Americana, mas na final contra o Tigre (ARG) levou vermelho no 1 jogo e ficou fora do título.
2013
Expulso por reclamação após jogo com o Arsenal (ARG), levou gancho pesado e só voltou nas oitavas.
2014
Nesta Sul-Americana, pegou suspensão de três jogos por expulsão ainda no 1 tempo contra o Huachipato (CHI).

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*