Em ‘noite terrível’, Ceni diz que se surpreendeu com o revés em casa

Rogério Ceni sabe do tamanho da responsabilidade que carrega sob os ombros e, é justamente por isso, que a noite desta quinta-feira, no Morumbi, ficará por muito tempo na memória. A derrota sofrida para o Cruzeiro, por 2 a 0, além de complicar a situação do time na Copa do Brasil, surpreendeu o treinador pela forma que foi. Em entrevista coletiva, Ceni reconheceu que esperava triunfar nas jogadas de bola parada.

– Para ser sincero era uma das coisas que esperava era fazer gol no Cruzeiro de bola parada. No que eu via do Cruzeiro, uma das maiores possibilidades era fazer em bola parada. Temos cinco jogadores altos, mais que o Cruzeiro. Mas o jogo me mostrou o contrário – declarou.

Rogério ainda minimizou o erro de Lucas Pratto, que anotou o gol contra, e destacou o posicionamento do time de Mano Menezes – sobretudo – com o volante Hudson. Ironicamente, o jogador que ainda pertence ao Tricolor foi o autor do segundo gol da Raposa.

– O gol contra acontece. Nós já vimos outra vezes acontecer, ele está lá tentando fazer o melhor, eu coloco isso como uma infelicidade. Sobre o Hudson, já sei que ele participa bem de bola aérea. Mas confesso, como já falei, que me surpreendeu a forma como perdemos para o Cruzeiro, com bolas paradas – falou.

– No jogo a jogo, esquecendo essas duas bolas, acho que o São Paulo foi predominante, tentou criar as possibilidades, mas temos que destacar também a maneira como o Cruzeiro se defendeu, com muita doação – completou.

Assim como na época de jogador, o comandante são-paulino afirmou que terá de suportar a “noite terrível” e refletirá sobre os erros do time para não repeti-los na partida de domingo, contra o Corinthians, na semifinal do Paulistão.

– Minha chave é sempre ligada. Vou ter uma noite terrível, assim como eu jogava, sempre inconformado, mas tentando achar alternativas para a próxima partida. Na Copa do Brasil, já estamos em uma desvantagem para quarta que vem. Mas para domingo, estamos em igualdade – encerrou.

 

Fonte: Lance

7 comentários em “Em ‘noite terrível’, Ceni diz que se surpreendeu com o revés em casa

  1. Por que, nesta altura da temporada, o Cruzeiro é “um time formado” e o São Paulo “um time em formação”?
    Quanto tempo se leva para formar um time?

  2. Pode colocar na estatística: mais dois gols que a defesa toma em bola cruzada sobre a nossa área. Dizem que o Rodrigo Caio tem um tempo bom de bola O Maicon mede 1,90m e ainda, dizem que o Cícero e o Pratto são bons em bola aérea. Então, uma pergunta que não calar: COMO TOMAMOS TANTOS GOLS EM BOLAS AÉREAS????

  3. Eu faço apenas uma pergunta aos amigos torcedores: durante a partida, precisando mudar alguma coisa, a Comissão Técnica olha para o banco e vê o quê? Um monte de pseudos jogadores de time grande. Verdadeiro bando de incapazes…. jogadores de time pequeno. Temos que ser realistas, possuímos alguns jogares de boa qualidade, algumas promessas e uma quantidade excessiva daquilo que se convencionou chamar de “jogadores para completar plantel”. Não vamos longe. Todo jogo importante tomamos gol pelo alto. É pedra cantada. Mais um ano para esquecer.

  4. A real é que esses jogadores são um bando de frescos.

    Luiz Araújo, Wellington Nem, Buffarini… são umas porcarias.

    Esse Pratto está entrando de salto alto, achando que joga mais do que realmente joga e ainda marcou um gol contra ridículo.

    Ano após ano, trocam alguns jogadores mas as mesmas trapalhadas patéticas acontecem.

    Foi simplesmente ridículo, um gol contra de várzea. E gastaram praticamente 30 milhões nesse caneleiro.

    Bom, agora é só esperar passar mais um ano patético em que o SPFC não ganha nada.

  5. Me fale os lances de perigo do cruzeiro?? Um chure deles e outro nosso.
    O jogo foi parelho. O gol contra foi infelicidade (ou “faro de artilheiro”)…desestruturou o time. Segundo gol reflexo do primeiro. Ou seja, jogo decidido nos detalhes. Quase certo que nao passamos pelo Cruzeiro. Temos um time em formaçao com muitos jogoa em sequencia. A culpa nao eh do Ceni. Chateado pelo resultado mas nao pelo nosso jogo, cruzeiro jogou na retranca, nao tinha oq fazer…menos corneta mais apoio…

  6. Sinal que não conhecia direito o adversário que iria enfrentar.

    Esperava fazer gol no Cruzeiro de bola parada , só essa alternativa que ele tinha pra fazer gols?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*